Produção da Toyota continua após incêndio em fábrica de chips

Por enquanto, nenhuma suspensão ou outros ajustes de produção serão necessários, após verificarem estoques de peças e semicondutores.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Nenhuma suspensão ou outros ajustes de produção serão necessáriospor enquanto (NHK)

Responsáveis na Toyota dizem que planejam continuar produzindo carros por enquanto, apesar do incêndio em uma principal fabricante de semicondutores. A montadora é uma parceira de negócios significante da fabricante de chips Renesas.

Publicidade

Eles concluíram que nenhuma suspensão ou outros ajustes de produção serão necessários, após verificarem estoques de peças e semicondutores em suas fornecedoras.

Contudo, eles enfatizaram que ação pode ser necessária depois, dependendo dos estoques de outras fabricantes de dispositivos.

A Renesas disse na terça-feira (30) que levaria pelo menos 3 meses até que os envios de chips retornem ao normal.

O incêndio na fábrica da Renesas em Ibaraki no dia 19 de março criou problemas no fornecimento de semicondutores usados em automóveis.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Vendas de carros novos no Japão têm queda acentuada

Publicado em 2 de abril de 2021, em Sociedade

Clientes em concessionárias diminuíram devido a estados de emergência emitidos pela pandemia de coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Um Corolla da Toyota em exibição em Odaiba, Tóquio (banco de imagens)

As vendas de carros novos no Japão tiveram queda acentuada no ano fiscal que terminou em 31 de março. Durante o ano, um estado de emergência devido à pandemia de coronavírus foi emitido duas vezes, resultando em uma queda acentuada nas visitas de clientes a concessionárias.

Publicidade

A Associação de Comerciantes de Automóveis do Japão diz que 4,65 milhões de veículos novos foram vendidos no ano. Isso representou uma queda de 7,6% em comparação ao anterior, sendo o segundo ano consecutivo de diminuição nas vendas.

Na categoria de carros de tamanho padrão, caminhões e ônibus, as vendas tiveram queda em 8,9%, para 2,89 milhões de unidades.

As vendas de veículos leves caíram em 5,3%, para 1,75 milhão de unidades.

As vendas de ônibus caíram em 40%, visto que a demanda por substituição na indústria do turismo diminuiu.

As perspectivas da associação de comerciantes de veículos para este ano fiscal continua incerta, visto que uma escassez no fornecimento de semicondutores poderia afetar ainda mais a produção de automóveis.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades