Atleta olímpica pede proteção da polícia do Japão, recusando-se a voltar para seu país

Publicado em 2 de agosto de 2021, em Sociedade

A atleta da Bielorrússia foi excluída da sua delegação e levada ao aeroporto para embarcar, mas se recusou e pediu ajuda para não voltar ao seu país.

Neste Artigo:
&nbspAtleta olímpica pede proteção da polícia do Japão, recusando-se a voltar para seu país
Atleta bielorrussa Krystsina Tsimanouskaya no aeroporto de Haneda (FNN)

Segundo a emissora NHK, a atleta bielorrussa Krystsina Tsimanouskaya, 24 anos, velocista, participante da Tokyo 2020, disse para a reportagem: “estava prestes a ser mandada de volta, à força, por causa das críticas à equipe técnica que postei na rede social”.  

Publicidade

Ela pediu proteção aos policiais japoneses, no Aeroporto Internacional de Haneda, por se recusar a embarcar, na noite de domingo (1.º). “Não quero voltar para meu próprio país”, teria dito na ocasião e manifestou vontade de pedir asilo a um dos países da Europa. 

“Tenho medo de ser enviada para a prisão”, declarou  Krystsina, a qual pediu ajuda ao COI-Comitê Olímpico Internacional.

Até a manhã de segunda-feira (2) ela continuava no aeroporto, protegida pelos policiais.

Fontes: FNN e NHK


Vamos comentar?


.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão