Governo anuncia fim do estado de emergência: o que muda

Suga fez um pronunciamento na noite de terça-feira para comunicar o fim do estado de emergência e das medidas prioritárias.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Yoshihide Suga em pronunciamento (ANN)

Às 19h de terça-feira (28) o Primeiro-Ministro Yoshihide Suga, fez um pronunciamento para anunciar o fim do estado de emergência e das medidas prioritárias na quinta-feira (30), conforme estava previsto. 

Publicidade

Estado de emergência  

19 províncias em ordem de data: Okinawa, Tóquio, Saitama, Chiba, Kanagawa, Osaka, Ibaraki, Tochigi, Gunma, Shizuoka, Quioto, Hyogo, Fukuoka, Hokkaido, Gifu, Aichi, Mie, Shiga e Hiroshima. 

Medidas prioritárias

8 províncias: Ishikawa, Fukushima, Kumamoto, Kagawa, Kagoshima, Miyazaki, Miyagi e Okayama.

Pontos levantados pelo primeiro-ministro

Agradeceu a cooperação de cada um dos cidadãos, enquanto o governo se empenhou na vacinação e na aplicação dos novos medicamentos.

Após o cancelamento, o governo pretende fortalecer ainda mais o sistema médico e à população pede para continuar usando máscara, fazendo higienização das mãos e evitar aglomerações.

O outro aspecto importante é a vacinação, avançada até 69% do público alvo, sendo que 90% dos idosos já estão inoculados, ultrapassando o índice nos Estados Unidos, e pretende chegar a 80% em outubro.

A vacinação evitou que os idosos ficassem em estado grave e também reduziu o número de pessoas infectadas no fim da quinta onda, por isso, pede para quem ainda não se vacinou, que o faça.

Como fica a partir de 1.º de outubro

O que muda na vida das pessoas com o fim desse período que dura 4 meses e alguns dias para a população de Okinawa e 2 meses e meio em Tóquio?

Eventos

Em relação aos eventos, um mês após o fim do estado de emergência, reduzir o público a 50% ou no máximo até 10 mil pessoas.

Deslocamento para outras províncias

Para quem precisa viajar a trabalho ou quer passear para outras províncias e não está vacinado, a recomendação é fazer o teste PCR.

Karaokê

Para os donos de karaokê, há duas orientações. Se as bebidas alcoólicas são o ponto forte, pedir para os clientes não usarem o equipamento de karaokê pelo menos um mês depois do fim do estado de emergência. Se o ponto forte é o karaokê, deve tomar todas as medidas preventivas dentro do estabelecimento.

Restaurantes, bares e pubs

Bebida alcoólica (NHK)

Para os restaurantes, bares e pubs que já obtiveram o reconhecimento de estabelecimento com as medidas de segurança, podem encerrar às 21h. No entanto, os que não obtiveram devem encerrar às 20h.

Em ambos os casos podem servir bebida alcoólica até 1 hora antes de encerrar o expediente, mas durante um mês será observado se aumenta ou não a infecção. Cada governador pode estabelecer as regras nas respectivas províncias, como por exemplo, limitar o número de pessoas por mesa.

Passou-se um ano após assumir como primeiro-ministro e prestes a deixar o cargo, por isso, agradeceu à população.

Fontes: Gov, ANN e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Terça-feira: 1,7 mil novos casos

Publicado em 28 de setembro de 2021, em Sociedade

Na terça-feira anterior foram 1.764 testados positivo, portanto, o número ficou no mesmo patamar.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (CDC)

Até as 18h de terça-feira (28) o país teve 1,7 mil testados positivo para o novo coronavírus, em 46 províncias, sendo zero em Iwate. 

Publicidade

Na região Kanto foram 14 em Gunma, 19 em Tochigi, 25 em Ibaraki, 76 em Chiba, 97 em Saitama, 128 em Kanagawa e 248 em Tóquio.

Osaka teve mais do que a capital do país: 281 novos casos. Foram 128 em Hyogo, 51 em Quioto, 30 em Shiga, 13 em Shimane, 31 em Hiroshima, 44 em Fukuoka e 57 em Okinawa.

Na região Tokai foram 27 em Shizuoka, 13 em Mie, 49 em Gifu e 139 em Aichi, sendo 47 em Nagoia, 5 em Toyota, 8 em Ichinomiya e em Okazaki e 3 em Toyohashi, entre outras. 

São 37.325 pacientes em tratamento da Covid-19 e foram 47 óbitos no dia.

Até sexta-feira são 1.642.059 pessoas recuperadas.

Gráfico mostra fim da 4.ª onda e a 5.ª, até terça-feira (News Digest)

Fontes: News Digest e Nagoya TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades