Viajar é ótimo, mas cuidado com 10 países considerados perigosos

Feriado chegando, passaporte e malas prontos, porém cuidado com os 10 países considerados perigosos para os estrangeiros, especialmente para as mulheres. Confira as dicas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Especialmente as mulheres que gostam de viajar sozinhas, devem redobrar os cuidados (Flickr)

Antes de viajar para o desejado destino, que tal conferir porque esses 10 países entraram na lista dos mais perigosos e as dicas de turistas ao redor do mundo?

A Forbes Japan trouxe uma matéria sobre esses 10 países considerados mais perigosos para os turistas estrangeiros, especialmente para as mulheres que gostam de viajar sozinhas.

A lista foi elaborada com base em depoimentos das turistas do sexo feminino, dos turistas em geral, da informações do Departamento de Estado dos EUA e ranking do site de viagens trip.com.

A matéria avisa que não tem a finalidade de fazer o leitor evitar os países listados, mas sim para que fique atento para curtir a sonhada viagem de férias.

Cuidados que todo turista deve ter na viagem ao exterior (Pixabay)

10 países mais perigosos para turistas

A classificação segue a ordem decrescente de perigo. Confira.

  1. Egito: foi considerado o mais perigoso de todos. Um dos motivos é a atuação do Estado Islâmico (IS) e de outros grupos terroristas, os quais têm realizado ataques em locais públicos, turísticos, transportes públicos, órgãos governamentais, etc. Os homens egípcios, principalmente os dos mercados, são considerados de atitudes agressivas. Todo cuidado é pouco. Já as mulheres devem tomar cuidado com sua aparência, para atender aos costumes locais. Devem escolher roupas para não chamar a atenção, como cobrir os ombros e braços, joelhos e até o tornozelo, evitando vestes que não marquem o corpo. As recomendações chegam até aos cabelos: melhor mantê-los escondidos.
  2. Marrocos: outro país com risco de atentados terroristas. São insistentes com os turistas, empurram produtos, tem batedores de carteiras, furtos e roubos. Portanto, requer cautela com a bolsa, não expor objetos de valor aos olhos públicos e tomar muito cuidado para andar nas ruas. Recomenda-se vestir sem mostrar o corpo, pois quanto mais se mostra, mais se expõe.
  3. Jamaica: Kingston e Montego Bay são locais especialmente violentos, com alto índice de criminalidade. Os resorts famosos são seguros, mas andar pela periferia é arriscado. Porém, em um ano foram registradas dezenas de violências sexuais contra turistas americanas, atos de funcionários dos resorts. Cuidado para manter a bolsa bem fechada e evitar expor demais o corpo. Há uma tendência à homofobia, por isso, os casais homossexuais precisam agir com cautela.
  4. Índia: outro país com alto índice de ataques terroristas. No quesito segurança, há diferenças grandes dependendo da região. Locais como Kerala, Rishikesh, Gujarat, Punjab e Calcutá, destinos preferidos de pessoas que querem aprender ioga, são relativamente seguros. Recomenda-se não andar fora sozinho a noite. Mesmo acompanhada há risco de se tornarem vítimas de agressão sexual, o que é um problema sério no país. Há relatos de muitas mulheres turistas que adquirem as mesmas roupas que as indianas locais, para não ficarem expostas. A recomendação é sair cedo do hotel e voltar antes do anoitecer. Para as mulheres a recomendação é sempre comprar passagem de trem nos vagões de luxo. Em Delhi, procurar usar vagões específicos para as mulheres. No hotel recomenda-se levar um protetor de porta pequeno para travar a porta. Em caso de ter o quarto invadido, a recomendação é sair gritando para pedir ajuda. É recomendável conhecer o caminho de fuga no hotel.
  5. Peru: há relatos de crimes que ocorrem com frequência. São eles: furto, roubo (armado), fraude de cartão de crédito, sequestro de turista, etc. Convém tomar cuidado. Os demais países da lista estão sem comentários na matéria, somente citados.
  6. Bahamas
  7. Colômbia
  8. Equador
  9. Turquia
  10. Guatemala

Um simples door stopper (calçador de porta) pode ajudar a se proteger de invasor no quarto do hotel (Wikipedia)

Dicas valiosas de turistas para turistas

Os turistas do site trip.com dão dicas que servem para todos os destinos, para que faça uma viagem tranquila e segura.

  • Confie na sua intuição: seja no táxi ou no bar, por exemplo, se sentir que o ambiente tem algo, deixe o local imediatamente. As mulheres costumam ser mais cerimoniosas, pensando na educação e têm mais dificuldade para saírem. É melhor parecer rude ou tola do que ser envolvida em apuros
  • Conte com a ajuda das mulheres locais: no caso da turista, em caso de apuros, é melhor contar com a ajuda das mulheres do que os homens.
  • Saber das autoridades locais antecipadamente: como há casos de polícia corrupta, antes de viajar convém saber onde ficam as autoridades do seu país, como o consulado ou a embaixada no local.
  • Proteja-se: o turista ou a turista deve se proteger, seja levando um door stopper (calçador de porta), por exemplo, entre outras medidas. Saiba para quem pedir ajuda em caso de necessidade. Inscreva-se em um plano de seguro antes de viajar.
  • Conservador nas atitudes: se o país é conservador o turista também deve agir assim. A viagem valerá a pena se passar o tempo sem chamar a atenção dos locais.
  • Sempre vigilante em qualquer lugar: afinal não existe lugar 100% perigoso ou 100% seguro. É importante saber até qual extensão de risco consegue correr.

O turista deve estar sempre atento e seguir a tradição do país para curtir a viagem (Wikipedia)

Fonte: Forbes
Fotos: Flickr/Pixabay

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Fabricante japonesa de telas para smartphone anuncia mais de 3.000 demissões

Publicado em 11 de agosto de 2017, em Economia

A Japan Display anunciou a demissão de milhares de funcionários em fábricas de montagem no exterior e no Japão. Saiba mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Japan Display anunciou a demissão de milhares de funcionários em fábricas de montagem no exterior e no Japão (Bloomberg)

A Japan Display informou na quarta-feira (9) que vai reduzir 3.700 empregos, ou cerca de 30% de sua força de trabalho, visto que a fabricante de telas para smartphones e tablets alertou que teve prejuízos novamente no último trimestre.

Citando a intensa competição, a empresa, com sede em Tóquio, disse que iria reduzir 3.500 postos de trabalho em fábricas de montagem no exterior e 240 no Japão.

O corte de empregos, que representa cerca de 30% da força de trabalho total de 13.100, poderá poupar 50 bilhões de ienes anualmente, informou.

A Japan Display, nascida de uma fusão em 2012 das divisões de telas de cristal líquido da Hitachi, Toshiba e Sony, vem ficando para trás de suas rivais estrangeiras, enquanto a indústria muda para novas tecnologias.

Demanda por telas OLED

O grupo, que vem perdendo dinheiro há anos, também poderá registrar um prejuízo operacional para o ano todo devido aos custos de desenvolvimento mais pesados para cooperar com a demanda por telas OLED (diodo emissor de luz orgânico).

A empresa levou tempo para entrar no mercado para telas OLED, que são mais flexíveis que as de LCD e ostentam uma imagem mais nítida.

As telas OLED estão cada vez mais se tornando a opção preferida em smartphones de alta tecnologia e a há rumores de que a Apple está planejando usar a tecnologia OLED para seu novo iPhone, que será lançado neste ano.

A Japan Display, que tem fábricas no Japão e na Ásia, fornece telas tanto para a Apple quanto para a Huawei da China.

A pública-privada Innovation Network Corp of Japan é sua acionista principal, com uma participação de mais de um terço.

Fonte: Japan Today, AFP
Imagem: Bloomberg

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades