Conheça Minna-jima, a bela ‘ilha croissant’

Localizada em Okinawa, a Minna Island é carinhosamente chamada de ‘Ilha Croissant’ por causa de seu formato incomum. Veja que local incrível!

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Mais um paraíso de águas fabulosas em Okinawa!

Situada ao largo da costa da península de Motobu em Okinawa, a Minna-jima é carinhosamente chamada de “Ilha Croissant” por causa de seu formato incomum.

Publicidade

Formato de Croissant (Okinawa Island Guide)

As águas que rodeiam Minna-jima são cristalinas e sua bela praia é de pura areia branca, com cenário que lembra o do Caribe.

Paraíso tropical!

O período de maior movimento na ilha certamente é o verão e há partidas frequentes de barcos do porto de Toguchi, em Motobu, até Minna-jima e a viagem tem duração de cerca de 15 minutos. A ilha fica cheia de visitantes que ficam apenas um dia ou aqueles que optam por passar a noite em algumas acomodações no local.

Na imagem alguns visitantes aguardam pelo barco para voltar à ilha principal de Okinawa

Nos meses fora do verão os barcos também funcionam, mas com frequência reduzida.

Um dos barcos que faz o trecho até Minna-jima

Locais que vendem comida e bebida em Minna-jima estão abertos no verão, mas são poucos, embora máquinas de venda automática possam ser encontradas na ilha.

O recomendado é comprar comida e bebida antes de entrar no barco que leva até lá, a não ser que você vá se hospedar em algum local que ofereça refeições.

Alguns estabelecimentos que ficam abertos na alta temporada

A ilha de Minna tem apenas 4Km de circunferência e pode ser explorada facilmente a pé.

Além de apreciar a beleza da praia você pode caminhar facilmente pelas ruas

Os barcos partem do Porto de Toguchi em direção ao Porto de Minna. A passagem de ida e volta custa 1.760 ienes para adultos e 860 ienes para crianças. Tocando aqui você poderá ver a tabela de operações dos barcos ao longo do ano e outras informações importantes.

Passageiros aguardando para embarcar no Porto de Toguchi

 

Caminhando em direção ao barco

No Porto de Toguchi há estacionamento gratuito, contudo, se for na alta temporada, é bom chegar cedo para garantir uma vaga.

Dê uma olhada nas fotos e se for a Okinawa não deixe de conhecer esse local maravilhoso!

Clique na imagem para expandir

Toque aqui para ver a localização de Minna-jima.

Imagens: PM

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Gatos sabem seus nomes, aponta resultado da pesquisa

Publicado em 8 de abril de 2019, em Curiosidades

A pesquisa foi conduzida pela Universidade Sofia, em Tóquio, a qual detectou que gatos sabem seus nomes. Foi publicada em revista científica.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Gato dormindo (Flickr)

Apesar da imagem de indiferença ao chamar o gato pelo seu nome, a pesquisa obteve o resultado de que reage conscientemente. Foi conduzida pela professora de Ciência Cognitiva Comparativa, Atsuko Saito, da Universidade Sofia, em Tóquio, e publicada em uma revista científica americana na quinta-feira (4).

Publicidade

O experimento foi realizado com 78 gatos chamando-os por quatro palavras que formadas pelas letras do seu nome, com a mesma quantidade de letras e sonoridade parecida.

O que se constatou é que os bichanos não tiveram reação às palavras parecidas com seus nomes. No entanto, em relação aos seus nomes os gatos se manifestaram mexendo suas orelhas e rabo, emitindo sons.

O cão entende muito bem a linguagem humana, mas o gato ainda não é bem compreendido, segundo a professora.

Explica que os cães têm sido repetidamente classificados e criados para trabalhar com seres humanos, enquanto os gatos coexistem mas não são participantes ativos na interação. Costuma estabelecer comunicação somente quando ele deseja atenção.

“Descobrimos que só porque os gatos não respondem aos nomes não significa que sua inteligência seja baixa. Eles decidem se querem ou não atenção dos humanos”, explicou a autora da pesquisa.

Fonte: Sankei 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência