Dotonbori: o coração radiante de Osaka

A animada área de Dotonbori, com suas chamativas luzes de neon, placas extravagantes e enorme variedade de restaurantes e bares, é um dos destinos turísticos mais famosos de Osaka.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Um dos destinos turísticos mais famosos de Osaka

A animada área de entretenimento de Dotonbori é o destino turístico mais famoso da província de Osaka e reconhecido por suas chamativas luzes de neon, placas extravagantes e enorme variedade de restaurantes e bares.

O nome Dotonbori geralmente se refere tanto ao Canal de Dotonbori como à Rua Dotonbori que é paralela à margem sul do canal. Ela é uma das áreas mais coloridas de Osaka e é uma localização que vale a pena visitar quando viajar pela região Kansai.

A história de Dotonbori

A história dessa área remonta a 1612 quando um comerciante chamado Yasui Doton investiu todo seu capital pessoal em um ambicioso projeto de desenvolvimento local.

O plano de Doton era desviar e expandir o Rio Umezu em um novo canal que ligaria a rede de canal local com o rio Kizu, Kizugawa.

Infelizmente, o projeto de Doton foi interrompido pela guerra e ele mesmo foi morto durante o Cerco de Osaka em 1615. Depois, naquele mesmo ano, os parentes de Doton concluíram seu trabalho e em sua memória o novo canal recebeu o nome de Dotonbori ou Canal Doton.

Passeio no canal

O novo canal trouxe com ele uma inundação de comércios e a partir de 1926 a área também começou a florescer como um distrito de entretenimento após companhias de teatro começarem a entrar na área na margem sul do canal. Ao mesmo tempo a margem norte do canal começou a prosperar com restaurantes e casas de chá que forneciam comida, bebidas e entretenimento aos frequentadores de teatro após eles saírem dos espetáculos.

Dotonbori é conhecida como um paraíso gastronômico repleto de restaurantes, barracas de comida e bares

Atualmente a cultura de teatro de Dotonbori está em sua maioria em declínio. Na 2ª Guerra Mundial bombas destruíram teatros com exceção do Shochikuza. No entanto, ainda há vários clubes de comédia de pequeno porte na área e o Shochikuza continua a abrigar clássicas apresentações de kabuki, ópera, dramas modernos e musicais. Hoje em dia, Dotonbori é conhecida como um paraíso gastronômico repleto de restaurantes, barracas de comida e bares.

O homem corredor da Glico

Dotonbori é famosa por seus letreiros e publicidades chamativos com um gigante baiacu, polvo, palhaço e o Kani Douraku, todos competindo por sua atenção e criando uma atmosfera parecida com a de um parque temático. De todos esses, no entanto, o mais famoso é o de um homem da Glico correndo acima da ponte Ebisu, Ebisubashi.

Como uma propaganda para os doces da Glico, a placa de 20 metros de altura e 10 de largura exibe um homem correndo em uma pista azul com seus braços levantados em vitória.

O famoso homem corredor da Glico, à direita

Essa na verdade é a sexta versão da placa que foi renovada pela última vez com LED em 2014.

Contudo, a primeira placa da Glico foi instalada em Dotonbori em 1935 e ao longo dos anos ela se tornou um marco amado na área de Minami de Osaka. De fato o homem corredor da Glico e a Esubibashi abaixo são o ponto focal de Dotonbori. É um ponto de encontro popular, uma parada de foto essencial para os turistas, e o local para celebrações agitadas quando equipes de esportes locais são vitoriosas.

Toque aqui para ver a localização de Dotonbori.

Fonte: Osaka Info

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

HoloLens 2 é anunciado pela Microsoft

Publicado em 27 de fevereiro de 2019, em Tecnologia

Veja o que essa tecnologia é capaz de fazer e como ela pode ser útil em diversas áreas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Durante a MWC19, maior conferência de tecnologia mobile realizada em Barcelona, a Microsoft apresentou o HoloLens 2. A segunda geração do dispositivo de realidade mista agora está mais otimizada e os usuários podem interagir com os hologramas gerados, segundo a Microsoft.

Mais avançado

O primeiro HoloLens (HL) possui uma resolução de 47px por ângulo visual. A Microsoft decidiu manter a densidade de pixels (ppi)  no HoloLens 2 (HL2), mas duplicou o ângulo visual. Isso significa que a área de visão ficou 4 vezes maior.

Anteriormente, o HL tinha aproximadamente 35° de ângulo de visão. Agora, o ângulo de visão do HL2 deve ser em torno de 70º. Esse número não é tão impressionante, já que um óculos de realidade virtual possui 100º de ângulo de visão. Contudo, o verdadeiro valor do HL está no fato de transformar o mundo em nossa volta.

Em contrapartida, a relação de aspecto, que era de 16:9 no HL, mudou para 3:2 no HL2. Ou seja, o ângulo visual vertical foi bastante melhorado. Além disso, o display também mudou para o formato MEMS, que proporciona imagens com melhor luminosidade gastando menos energia.

Toque piano no ar

Durante a conferência da Microsoft, a apresentadora utilizou o HL2 para tocar piano. O incrível nesse ato aparentemente pequeno é a estabilidade do piano. O HL2 mostrou que consegue reconhecer o ambiente e onde exatamente está o dispositivo para realizar o mapeamento 3D desses itens. O HL2 desenhou precisamente o piano e o exibiu ao usuário com pouco atraso de renderização.

E, ainda mais impressionante, foi o fato de ter conseguido tocar o piano. Além dos procedimentos acima, o HL2 reconheceu perfeitamente os 10 dedos da apresentadora, mapeou as teclas do piano, simulou a interação entre os dedos e as teclas e mostrou tudo isso com um atraso (delay) mínimo! E o som também foi transmitido tridimensionalmente através do Spacial Audio.

Tudo isso é possível devido aos sensores extremamente precisos e um processador poderosíssimo.

Os sensores ao todo são quatro. São eles: sensor de aceleração, sensor de velocidade angular, sensor magnético e o Azure Kinect sensor. Todos eles são responsáveis por fazer a “mágica” acontecer. Mas, fica-se a pergunta: “Só um headset consegue fazer isso?”.

O dispositivo possui o processador Snapdragon 850, que, tecnicamente, não conseguiria realizar tudo isso. Por isso, a Microsoft desenvolveu o HPU (Holographic Processing Unit), feito especialmente para o HL.

O HPU utilizado agora é a versão 2.0, que é um processador mais potente e mais preciso em relação ao reconhecimento do ambiente. Este é um processador que reúne diversas tecnologias, inclusive rede neurais (inteligência artificial).

Confortável

A linha do HoloLens ainda não está disponível para pessoas comuns, contudo, o HL2 veio com diversos upgrades no dispositivo em si. Aparentemente, foram realizadas melhorias para diminuir o peso (que era considerado pesado). Além disso, a Microsoft reuniu pessoas de diversas etnias, idades e de ambos os sexos e escaneou a cabeça dessas pessoas para alcançar um “formato agradável para todos os humanos”.

E o HoloLens possui a tecnologia Hello da Microsoft, responsável pelo escaneamento de íris. Além de ser utilizada para realizar o login no aparelho, a tecnologia consegue, por exemplo, reconhecer os movimentos dos olhos. Com isso, caso o usuário esteja utilizando um navegador e deslize o olho para baixo, o dispositivo reconhece o movimento e faz o scroll da página.

Utilização do HoloLens

A Microsoft produziu diversos vídeos de como o HoloLens pode auxiliar em inúmeras áreas. Veja abaixo dois vídeos do HoloLens. O primeiro mostra ele sendo utilizado em cirurgias, mostrando hologramas 3D dos órgãos do paciente e auxiliando na operação de máquinas. Já o segundo, explica como o HoloLens pode ajudar trabalhadores e monitorar o rendimento no trabalho.

https://www.youtube.com/watch?v=loGxO3L7rFE

Muitas pessoas devem estar se lembrando de diversos filmes como o “Minority Report” ou a série “Black Mirror”, que imaginam as possibilidades de tecnologias de realidade mista.

Por enquanto, o HoloLens está disponível para o mundo corporativo, e seu preço não é nada amigável. O HoloLens 2 custará US$3.500 (cerca de ¥400.000), mas o dispositivo poderá ser parcelado por US$125/mês (aprox. ¥14.000).

Contudo, espera-se que a tecnologia se torne acessível daqui a poucos anos.

Veja abaixo mais matérias sobre o MWC19 Barcelona:

Fonte e imagens: Gizmodo JP

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades