Brasileiros e a ansiedade em tempos de comemorações de final de ano no Japão

Ansiedade no fim de ano: dicas para brasileiros no Japão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ansiedade no fim de ano pode ser frustrante. (Banco de imagens PM)

Final de ano se aproximando, cidades iluminadas, canções e decorações natalinas coloridas por toda parte, shoppings e lojas intensificando as vendas de presentes, tudo se mostra encantador, mas para algumas pessoas nem tudo está tão lindo como se gostaria.

Publicidade

O sentimento de frustração, desânimo, angustia, sensação de vazio e de vida sem sentido pode acometer muitas pessoas, entre elas também os brasileiros no Japão, nesse período de festas e comemorações de final de ano.

Sabe aquele momento de balanço, quando lembramos daqueles que se foram, da família e amigos que se encontram distantes, quando paramos para contabilizar o que foi realizado durante o ano, o quanto conseguimos poupar e construir, o quanto dos nossos sonhos e projetos foram colocados em prática?

Pensando nisso, vai dando um aperto no peito, coração que dispara, o ar que vai ficando cada vez mais pesado e parece não conseguir entrar nos nossos pulmões, a boca que seca, uma vontade de chorar, outras vezes, vontade de sair correndo e gritar, todos típicos sintomas da ansiedade, gerados pelo estresse das cobranças internas e do próprio cotidiano.

Serão então nossas metas inalcançáveis? Será que nos cobramos demais? Será que deveríamos ter sido mais aplicados? Será que estou fazendo o certo?

Ficar se culpando ou buscando um culpado, não ajudará e não fará com que você se sinta melhor, pelo contrário, só causará mais dor, angustia, tristeza e fará com que os sintomas desagradáveis da ansiedade permaneçam.

Algumas dicas para brasileiros no Japão e todos os demais que se sintam dessa forma

  • Reflita sobre o que pode ser importante para você no sentido de se sentir tranquilo (a) e em paz consigo e com o outro.
  • Não se cobre demais, com certeza você fez o melhor que pode dentro das condições de sua vida.
  • Viva o presente e organize-se para ajustar o seu tempo à suas tarefas e aos momentos de lazer.
  • Não se preocupe em corresponder às expectativas dos outros.
  • Tenha sempre em mente que ciclos terminam e outros começam, você pode tentar de novo.
  • Foque nas metas não cumpridas e desejadas.
  • Busque sempre dormir bem e fazer o que dá prazer.
  • Permita-se ser você e por você.

Desejo a todos um final de ano repleto de alegrias e um novo ciclo cheio de novas possibilidades, autoconhecimento, saúde física e mental.

Se desejar conversar, agende uma consulta On-line! Contatos abaixo!

Os textos publicados nesta página não refletem necessariamente a opinião do Portal Mie, são de criação e responsabilidade do autor Eliana A. C. I. Nonaka

Eliana A. C. I. Nonaka (CRP 06/170575) – Psicóloga formada pela Faculdade FMU Faculdades Metropolitanas Unidas.
Morou no Japão por 14 anos, hoje é atuante no Brasil, inclusive atendendo brasileiros de diversos países de forma online. Informações pelo WhatsApp: +55-11-96437-6590 (clique para abrir o Whatsapp), Facebook Messenger: https://www.facebook.com/eliana.correia.104 ou pelo Instagram: @seusaudavel_psico

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

China registra primeiro caso da variante ômicron do coronavírus

Publicado em 14 de dezembro de 2021, em Ásia

Aparição da variante altamente transmissível representa ameaça grave contra a estratégia zero-Covid da China.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

China continental tem seu primeiro caso de ômicron (ilustrativa/banco de imagens)

A China continental registrou seu primeiro caso da altamente transmissível variante ômicron do coronavírus na cidade de Tianjin, representando o que poderia ser a maior ameaça até o momento à estratégia zero-Covid do país.

Publicidade

Autoridades chinesas reportaram na segunda-feira (13) que o caso da ômicron foi detectado em 9 de dezembro em uma pessoa que voltou do exterior e não apresentou sintomas na chegada. Ela está sob quarentena, recebendo tratamento em um hospital designado.

Ao mesmo tempo, a província de Zhejiang vem lutando contra um aumento em novas infecções da variante delta nas últimas semanas.

Casos da ômicron – detectada pela primeira vez na África do Sul e nomeada “variante de preocupação” pela Organização Mundial da Saúde – até agora foram reportados em mais de 50 países.

Pelo menos uma pessoa morreu no Reino Unido infectada pela ômicron, disse Boris Johnson na segunda-feira.

Especialistas dizem que se não for controlada de forma apropriada, a variante poderia derrubar a estratégia de Pequim em conter completamente a pandemia.

Desde o ano passado, o método garantiu aos cidadãos chineses uma vida amplamente livre do vírus, mas ela também se deparou com críticas por alguns profissionais da área médica, os quais discutiram para que um plano alternativo coexista com o vírus, com suficiente taxa de vacinação.

Fonte: The Guardian

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância