Aumento de trabalhadores brasileiros em Fukui


3 de fevereiro de 2018 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Fukui



O aumento do número de trabalhadores estrangeiros foi de 20% em Fukui, incluindo os brasileiros, mesmo em meio à falta de mão de obra. Os brasucas estão em 2.º lugar no ranking de Fukui.

A Delegacia do Trabalho de Fukui informou que o número da mão de obra estrangeira passou de 6.460 do ano anterior para 7.770.

Houve aumento também das empresas contratantes, passando para 1.207. A maioria dos estrangeiros trabalha no setor industrial, com 46% dos empregos.

Echizen é a cidade que mais abriga os trabalhadores vindos de fora com 43%, seguida pela capital homônima com 37%. Curiosamente, das 305 empregadoras, apenas 6 de Echizen são empreiteiras. Justifica o motivo da maior parte dos brasileiros trabalhar e residir na cidade.

Ao olhar para a origem da mão de obra os chineses ainda são maioria com 30%. Depois vem a contribuição verde amarela com 2.278 traduzida em 29% e os vietnamitas com 17% do total.

Em Fukui há pouquíssimos trabalhadores peruanos, com apenas 33.

Fonte: Delegacia do Trabalho

.
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao