Trabalhadores brasileiros lideram em Shimane


10 de fevereiro de 2018 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Destaques



A mão de obra brasileira praticamente dobrou em relação a 2013. Nesse ano eram 529 verde amarelos, enquanto em outubro do ano passado passaram para 1.109, deixando os chineses para trás.

Basicamente uma única indústria de tecnologia de ponta absorve a mão de obra brasileira, na cidade de Izumo.

A estatística mostra que 93% dos brasileiros são empregados por empreiteiras, bem acima da média geral que é de 28%.

A população de trabalhadores estrangeiros é de 3.377.

  1. Brasil: 1.109
  2. China: 981
  3. Vietnã: 653
  4. Filipinas: 336
  5. Indonésia: 129

Em relação às demais províncias, o índice de brasileiros empregados e que possuem visto permanente é baixo – apenas 13%. Isso demonstra que muitos deles devem ter vindo recentemente do Brasil e que a faixa etária é mais jovem do que nas outras províncias, especialmente as de Kanto e Tokai.

Ao contrário das províncias com mais trabalhadores brasileiros, os de Shimane possuem visto de residência teijusha (定住者), com 67%, indicando maioria de terceira geração.

Fonte: Delegacia do Trabalho | Foto: Pixabay

.
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao
Empregos no Japao