Duas mulheres pulam do 14º andar de prédio em Osaka

Polícia de Osaka investiga duplo suicídio de mulheres. Saiba mais.

Publicidade

A Polícia da Província de Osaka está investigando no que acredita-se ser um duplo suicídio, após 2 corpos de mulheres terem sido encontrados na base de um prédio no distrito de Kita, divulgou o Sankei Shimbun na segunda-feira (16).

No início da manhã de segunda-feira, por volta das 3h20, a polícia foi avisada por um morador do UR Toshi Kiko Sazanami Plaza, localizado na área de Nagarahigashi, que havia 2 corpos caídos no chão e sangrando. “Eu saí após ouvir um forte barulho e encontrei os corpos”, disse o homem.

A equipe de emergência chegou ao local e confirmou a morte das 2 mulheres. Uma delas aparentava ter entre 60 e 70 anos e a outra 50, segundo a delegacia de Oyodo, e ambas usavam blusa e camiseta preta.

Visto que uma mala, uma bolsa e um carrinho de compras foram encontrados no corredor do 14º, a polícia suspeita que as mulheres cometeram suicídio ao pular daquele andar do prédio.

Fonte e imagem: Sankei e Asahi via Tokyo Reporter

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Kobe lembra 22 anos de terremoto que deixou mais de 6.400 mortos

Publicado em 17 de janeiro de 2017, em Sociedade

O Grande Terremoto de Hanshin-Awaji (ou Terremoto de Kobe) aconteceu há 22 anos.

Famílias das vítimas fatais e sobreviventes se reuniram em um parque onde 7.000 lanternas de bambu foram acesas

Homenagens às vítimas de um forte terremoto que devastou a cidade de Kobe (Hyogo) e áreas vizinhas há 22 anos estão sendo feitas no Japão nesta terça-feira (17).

Publicidade

O Grande Terremoto de Hanshin-Awaji (ou Terremoto de Kobe) ocorreu em 17 de janeiro de 1995, causando a morte de 6.434 pessoas.

As famílias das vítimas fatais e sobreviventes se reuniram em um parque na cidade de Kobe onde 7.000 lanternas de bambu foram acesas. Orações em silêncio foram feitas às 5h46, o horário exato do terremoto.

As lanternas foram alinhadas para formar os números “1-17”, representando a data do terremoto e o kanji “hikari” que significa luz.

Uma cerimônia fúnebre teve início no final da manhã de hoje em frente a um monumento memorial no parque.

Além das 6.434 vítimas fatais, o terremoto deixou cerca de 40.000 feridos e danificou 640.000 construções. Cerca de 310.000 pessoas foram forçadas a buscar abrigos de emergência.

Os desafios continuam, como oferecer suporte aos sobreviventes idosos e passar as lições sobre a tragédia para a próxima geração.

Este grande terremoto abalou o Japão na época, e até hoje é lembrado e estudado para ajudar em medidas preventivas.

Fonte e imagem: NHK, ibtimes

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros