Por que os produtos da rede Gyomu Supa são tão baratos?

Veja porque o famoso supermercado, conhecido pelos brasileiros como ‘congelado’, tem tantos produtos baratos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Letreiro verde e produtos processados por preços baratíssimos. Obviamente se trata do Gyomu Super, o famoso “congelado”. Com 765 unidades por todo o país (dados coletados em maio de 2017), este supermercado faz parte do cotidiano de muitos estrangeiros e japoneses.

Publicidade

Devido aos seus produtos “econômicos”, o supermercado se tornou muito popular. Contudo, como a rede consegue manter seus produtos tão baratos?

(Obs: “Gyomu” (業務) significa negócio, business. Contudo, qualquer um pode comprar no supermercado)

Rede administrada pela empresa Kobe Bussan

A rede do Gyomu Super é administrada pela Kobe Bussan, cuja sede é localizada em Hyogo. A empresa foi fundada em 1985 e atualmente administra várias franquias especializadas em refeições para acompanhamentos, restaurantes de buffet, lojas de varejo e claro, o Gyomu Super.

Além disso, a Kobe Bussan realiza o desenvolvimento e embalagem dos produtos dentro e fora do país, e os distribui para as lojas conveniadas. Além desses serviços, a empresa também está ligada com negócios de geração de energia renovável.

As vendas totais da rede no segundo trimestre de 2017 totalizaram ¥124.3 bilhões, sendo que o lucro operacional foi de ¥7.2 bilhões. O Gyomu Super é responsável por uma grande fatia dos lucros. As vendas da rede totalizaram ¥107.4 bilhões, sendo o principal negócio da Kobe Bussan.

O segredo dos preços baratos

Abaixo serão apresentados 3 fatores que explicam os preços tão baixos!

  1. O fato dos produtos frescos não serem o foco principal das lojas conveniadas

Junto ao avanço do envelhecimento da população e da baixa natalidade e ao aumento do número de famílias cujos ambos os cônjuges trabalham, a demanda por produtos processados está aumentando, enquanto a demanda por produtos frescos está estagnada. O termo “Chushoku” ou “Nakashoku” (中食) é utilizado para descrever a situação. O termo significa “o ato das famílias comprarem ou pedirem comidas prontas e comerem em casa”.

Nos mercados convencionais, o comércio de produtos frescos é rotineiro. Contudo, o “congelado” se concentrou em especializar-se em produtos processados cuja demanda está em constante crescimento. Com isso, as despesas de instalações das lojas de varejo ficaram mais em conta e a mão de obra conseguiu se reduzir bastante. Consequentemente, a rede conseguiu construir um sistema de negócios que consegue se manter mesmo com os produtos sendo vendidos por preços mais baratos.

  1. A busca pela expansão da escala

Como a empresa está buscando expandir a marca através de modelos de gestão, os fundos da empresa quase não são restringidos e permitem a aceleração o processo de crescimento.

Normalmente, os supermercados visam expandir as lojas conveniadas, o que é o contrário do Gyomu Super.

Croquete de care (curry) e carne comprados no Gyomu Super

  1. Um forte gerenciamento da provisão de produtos

A empresa se orgulha por ser a líder no número de fábricas de processamento de alimentos. Ao total, 21 fábricas espalhadas por todo o Japão são responsáveis pela produção dos alimentos. A empresa consegue realizar o fornecimento de uma forma rápida e otimizada por um baixo custo devido ao incrível controle das redes internas e externas.

Além disso, a empresa também planeja alguns de seus produtos, sempre prezando pelo baixo custo e alta qualidade.

Consumidores sentem-se satisfeitos com os produtos

A prova de aprovação dos consumidores pelo Gyomu Super pode ser vista ao compararmos com as empresas privadas. Os produtos da empresa foram 30% mais vendidos do que os produtos de outras empresas privadas no segundo trimestre de 2017, o que representa um aumento de 4 pontos em relação ao mesmo período de 2014.

A Kobe Bussan pretende construir mais 100 lojas até outubro de 2020 e alcançar a marca de 1.000 a partir desse ponto.

Fonte: Toushin 1 via Yahoo

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Curso preparatório para o teste de proficiência em língua japonesa N3 (JLPT)

Publicado em 21 de agosto de 2017, em Tome Nota

O curso preparatório para o teste de proficiência em língua japonesa N3 está sendo realizado pela SIFA, em Suzuka (Mie). Veja mais detalhes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Publicidade

O curso preparatório para o teste de proficiência em língua japonesa N3 está sendo realizado pela SIFA (Suzuka International Friendship Association), em Suzuka, Mie.

O N3 é o nível que a pessoa entende um pouco mais que conversão inicial. Se sabe hiragana, katakana e alguns kanjis simples e não tenha dificuldade para conversação cotidiana poderá prestar o exame N3.

O professor que ministrará o curso da SIFA é um profissional que tem experiência em escola de língua japonesa.

Confira as informações abaixo:

 

SIFA
Responsável: Kawade Kumpei
〒513-0801 Suzuka shi Kambe 1-17-5
TEL:059-383-0724 FAX:059-383-0639
Site: sifa suzuka
E-mail:sifa@mecha.ne.jp

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância