Um em cada três casos de demência pode ser evitado

Pesquisa mostra que um em cada três casos de demência pode ser prevenido com mudanças nos hábitos. Veja mais.

Aproximadamente 47 milhões de pessoas sofrem de demência ao redor do mundo. Estudos recentes preveem que esse número aumente para 131 milhões de pessoas até 2050. Contudo, um estudo recente publicado na revista “Lancet” sugere que um em cada três casos de demência pode ser evitado através de mudanças nos hábitos.

Publicidade

O estudo foi publicado na Conferência Internacional da Alzheimer’s Association, em Londres, e destaca os benefícios das mudanças do cotidiano, como interações sociais e atividades físicas, para o tratamento dos pacientes.

“Embora a demência seja diagnosticada tardiamente na vida, normalmente o cérebro apresenta mudanças muitos anos antes”, disse a autora principal e professora Gill Livingston, da University College London. “Se agirmos agora, a vida dos pacientes com demência e suas famílias irá melhorar amplamente, e o futuro da sociedade será transformado.”

A pesquisa, que reúne o trabalho de 24 especialistas internacionais, sugere que o estilo de vida cumpre o papel principal na prevenção da demência. A pesquisa examina os benefícios da construção de uma “reserva cognitiva”, que significa fortalecer as redes neurais para que suas funções continuem saudáveis até a velhice, mesmo com danos.

Segundo os especialistas, não terminar a educação secundária é um grande risco e, caso o indivíduo continue estudando até a fase adulta, a possibilidade de elevar a “reserva cognitiva” aumenta de forma significativa.

Além disso, caso a capacidade auditiva seja prejudicada na meia idade, o paciente fica impossibilitado de receber diversas informações ao redor e acaba se isolando socialmente, aumentando consideravelmente a possibilidade de desenvolvimento de depressão que, dentre outros, é um fator de risco potencialmente modificável.

Outra mensagem da pesquisa é que as coisas que fazem bem para o coração também fazem bem ao cérebro.

Atividades físicas reduzem o risco de demência

Mudanças positivas

Segundo a pesquisa, fazer atividades físicas, não fumar, manter um peso saudável, tratar de problemas de pressão alta e diabetes, todos podem reduzir o risco de demência, assim como doenças cardiovasculares e câncer.

Os pesquisadores disseram que não possuem dados suficientes para incluir fatores alimentares ou álcool em seus cálculos, mas acreditam que ambos podem ser fatores importantes.

O Dr. Doug Brown, diretor das pesquisas na Alzheimer’s Society, comentou: “Embora não seja inevitável, a demência pode se tornar o maior assassino do século 21. Todos nós precisamos estar atentos aos riscos e começar a fazer mudanças positivas no estilo de vida.”

E, segundo o Dr. David Reynolds, CSO (diretor científico) da Alzheimer’s Research UK, “junto com as pesquisas de prevenção, devemos continuar a investir em pesquisas para encontrar tratamentos capazes de mudar o estilo de vida das pessoas que sofrem desta condição devastadora.”

O fumo é um dos fatores que contribuem para o risco de demência

Nove fatores que contribuem para o risco de demência

  • Perda da capacidade auditiva na meia-idade – responsável por 9% dos riscos
  • Falha ao completar a educação secundária – 8%
  • Fumo – 5%
  • Depressão – 4%
  • Falta de exercício físico – 3%
  • Isolamento social – 2%
  • Pressão alta – 2%
  • Obesidade – 1%
  • Diabetes Tipo 2 – 1%

Os fatores citados acima totalizam 35% do total. Os restantes 65% são riscos impossíveis de serem prevenidos com o esforço pessoal.

Fonte: BBC

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Verão: passeios em caiaques transparentes fazem sucesso em Tottori

Publicado em 1 de agosto de 2017, em Conhecendo o Japão

Esse passeio está explodindo em popularidade em Tottori e a sensação que os visitantes descrevem é a de ‘estar voando no céu’. Confira mais detalhes!

Visitantes desfrutam da paisiagem, remando em caiaques transparentes na costa de Tottori (Tottori Prefecture Experience School via Kyodo)

Passeios em caiaques transparentes estão explodindo em popularidade na província de Tottori, com turistas descrevendo a experiência como semelhante a de “estar voando no céu”.

Publicidade

As pessoas que visitam Tottori, província ao longo do Mar do Japão conhecida por uma bela área costeira e cavernas esculpidas pelas ondas, podem visualizar vários peixes carapau, lulas e anêmonas-do-mar a bordo de caiaques transparentes (クリアカヤック) enquanto remam ao largo da costa da praia de Uradome, na cidade de Iwami, onde a água é tão transparente como os famosos mares claros na costa de Okinawa.

Uradome, Tottori (Japan Times)

Os visitantes podem fazer um passeio a bordo de um caiaque de policarbonato de 4 metros na área marinha que faz parte de um geoparque global designado pela UNESCO.

Um serviço local de caiaque está atraindo um crescente número de visitantes, principalmente da Ásia, que descrevem a experiência como se estivessem “nadando com os peixes e deitando em uma carpete de algas marinhas”.

A transparência das águas ao largo da costa da praia de Uradome permite às pessoas observarem a área profunda 25 metros abaixo, igualmente às águas ao largo da costa de Okinawa, de acordo com Koji Hasegawa, líder de um grupo que promove o uso de locais naturais para lazer e educação.

Visitantes podem explorar áreas rochosas ou cavernas em 1 dos 5 caiaques de 2 lugares acompanhados por um guia pelo preço de 8.000 ienes.

“Gostaria que os visitantes desfrutem da beleza oceânica e magníficos destaques geológicos”, disse Hasegawa.

A praia faz parte do Geoparque San’in Kaigan, que foi aprovado na Rede de Geoparques Globais apoiados pela UNESCO. O geoparque cobre áreas costeiras nas províncias de Quioto, Hyogo e Tottori e destaca rochas vulcânicas, dunas e estratos geológicos relacionados à formação do Mar do Japão há 25 milhões de anos.

Para mais informações sobre os passeios nos caiaques transparentes (horários, reservas, acesso ao local) : Activity Japan (em japonês)

Fonte: Japan Times, Kyodo
Imagem: Tottori Prefecture Experience School

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros