Prefeito considera fechar o ropeway do Monte Kusatsu-Shirane

Após passageiros terem ficado feridos nas erupções vulcânicas em 23 de janeiro, prefeito considera fechar o ropeway.

Após passageiros terem ficado feridos nas erupções vulcânicas em 23 de janeiro, prefeito considera fechar o ropeway (TBS News/reprodução)

O prefeito da cidade de Kusatsu (Gunma) disse na quinta-feira (25) que vai considerar o fechamento do ropeway (teleférico) no Monte Kusatsu-Shirane, após passageiros terem ficado feridos nas erupções vulcânicas que ocorreram no pico Motoshirane em 23 de janeiro.

Publicidade

“Não há maneira de retomar as operações nesta temporada”, disse o prefeito Nobutada Kuroiwa.

“O ropeway está a uma distância de apenas 200 a 300 metros das crateras vulcânicas, então é quase impossível mantê-lo longe da área de alerta vulcânico. Terei que tomar uma decisão séria (sobre o futuro do ropeway) em algum estágio”, continuou.

O teleférico foi inaugurado em 1960 e desde então atrai visitantes o ano todo por causa dos cenários sazonais estonteantes da área.

Fonte: Mainichi
Imagem: TBS News

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Aumento do número de trabalhadores estrangeiros

Publicado em 26 de janeiro de 2018, em Comunidade

Houve crescimento também no número dos trabalhadores brasileiros. Veja as estatísticas divulgadas nesta sexta-feira.

Aumento dos trabalhadores estrangeiros no Japão e, consequentemente, da mão de obra brasileira

O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar divulgou nesta sexta-feira (26) a estatística dos trabalhadores estrangeiros no Japão. O aumento foi de 18% em relação ao mesmo período do ano passado. A estatística foi fechada no final do mês de outubro do ano passado e mostra uma curva de crescimento ascendente pelo quinto ano consecutivo.

Publicidade

O total é de 1.276.670 trabalhadores, de vários países, incluindo o Brasil. Os números mostram o quanto as indústrias dependem da mão de obra estrangeira e o quanto o setor de prestação de serviços como as lojas de conveniência dependem dos estagiários técnicos e estudantes da Ásia.

Em 5 anos houve um crescimento de 600 mil pessoas, chegando a 2% da força trabalhadora do país. Houve também um aumento das empresas empregadoras, de 13%, totalizando 194.595.

Trabalhadores por país

Os chineses lideram com 372.263, representando 29% do total. Houve um crescimento de 40% da mão de obra vietnamita, passando para o segundo lugar, com 242.590 trabalhadores. Os filipinos estão em terceira posição com 12% da fatia, o que significam 146.798 trabalhadores.

Logo em seguida, em quarto lugar vêm os trabalhadores verde amarelos com 117.299 pessoas. Segundo dados do governo, o crescimento da mão de obra brasileira foi de 9%. Quanto aos peruanos o crescimento foi de apenas 2%, no total atual de 27.695 pessoas trabalhando.

Em quinto lugar aparecem os nepaleses com 69.111 pessoas.

Houve um salto de 18% da vinda de mão de obra altamente especializada, com 234.412 estrangeiros.  

Gráfico mostra as populações dos trabalhadores por país (governo)

Fonte: Nikkei Shimbun
Imagem ilustrativa 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros