Prejuízo de ¥6,7 bilhões em moedas virtuais por acesso indevido

A empresa Zaif, operadora de criptomoedas amargou um prejuízo de 6,7 bilhões de ienes, levados através de acesso indevido no seu sistema.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Zaif, do grupo Tech Bureau, amargou um prejuízo de 6,7 bilhões de ienes (Zaif)

Todos os noticiários do país trouxeram como manchete o caso da empresa Zaif, na quinta-feira (20). Ela anunciou que no dia 14, no período entre 17h a 19h, seus sistema teve um acesso externo no servidor, o que levou 6,7 bilhões de ienes em 3 tipos de criptomoedas como Bitcoin e outras.

Publicidade

A gestora da empresa de operações de moedas virtuais Zaif é a Tech Bureau, com matriz em Osaka (província homônima). Informou que desse grande prejuízo 4,5 bilhões de ienes são de patrimônio confiado pelos clientes e o restante é ativo da própria companhia.

Prometia tranquilidade e segurança na página web (Zaif)

A empresa interrompeu alguns dos serviços como depósito e retirada de moedas virtuais. Já comunicou o fato à Agência de Serviços Financeiros e também às autoridades para a aplicação da lei.

Para que não ocorra prejuízos ao patrimônio dos clientes a Tech Bureau informou que aceitou apoio financeiro externo de outras empresas, no valor de 5 bilhões de ienes, para restituir os prejudicados. 

Todos da diretoria da empresa consideram se demitir para assumir a responsabilidade pelo prejuízo.

A Agência de Serviços Financeiros-FSA reforça a supervisão sobre a Tech Bureau com o ocorrido. Somente este ano, em março e junho, já tinha sido advertida para melhorias no seu sistema por avaliar que o regime de proteção dos clientes não era suficientemente seguro.

Fontes: Asahi, NHK e ANN 
Foto: Zaif

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Uso do drone sem licença leva usuário para a promotoria

Publicado em 20 de setembro de 2018, em Crime

O dono e usuário de um drone sem licença responde na Justiça por ter usado e deixado cair em local incerto.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância