4 dicas da polícia para evitar confronto com motorista provocativo nas estradas

Quem já não passou por situações de ser perseguido, ser fechado ou de tomar buzinas no trânsito ou nas vias expressas? Dicas para não se envolver.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Motorista provocativo e com direção perigosa ao colar no carro da frente, apressando-o (CarTop)

Nos noticiários se ouve o termo aoriunten (煽り運転) e há casos de motoristas presos, julgados e condenados por atitudes perigosas ao volante. Também podem ser chamadas de assédio de um motorista sobre o outro.

Publicidade

Há vários casos julgados onde o motorista foi condenado à reclusão por ter provocado morte do motorista do carro ou motocicleta por direção perigosa, provocativa ou abusiva.

A polícia do Japão classifica como direção perigosa envolvendo terceiros, as seguintes ações:  

  • atitudes de frenagem brusca e imprudente, muitas vezes desnecessariamente
  • perseguição ao motorista da frente
  • fechadas propositais
  • colar na traseira do veículo da frente obrigando-o a aumentar a velocidade
  • buzinar insistentemente
  • usar luz alta desnecessariamente ou alternar propositadamente as luzes alta e baixa
  • encostar na lateral do carro para provocar o outro motorista, entre outras

Por conta desse tipo de direção abusiva ou perigosa há casos que resultam em agressão física, quando o provocado para o carro ou a motocicleta para responder ao provocador.

No entanto, o motorista provocador está violando as Leis de Trânsito do Japão. Entre elas podem ser citadas as infrações de não manter a distância segura entre um e outro veículo, de frenagem brusca, da obrigação de dirigir com segurança, de ultrapassagem irregular, entre outras.

A multa em um desses casos é de prisão de até 3 meses ou pagamento de multa no valor de 50 mil ienes.

4 dicas da polícia

Foto: Wikipedia

A recomendação da Polícia da Província de Aichi é não se envolver com o motorista provocador. Dessa forma se pode evitar agressão física e de colocar a vida em risco.

Se estiver dirigindo em via expressa, uma das recomendações é entrar em uma das áreas de serviço para se proteger. No caso das rodovias na cidade, procurar um lugar para se abrigar. Depois disso, ligar para o 110 e informar o que está acontecendo.

4 dicas importantes:

  1. Nunca se irrite para não se envolver nos atos provocativos do outro
  2. Trave as portas e vidros e não enfrente o outro motorista
  3. Ligue imediatamente para a polícia e não saia do carro até que ela chegue
  4. Se tiver o drive recorder ou o gravador de imagens instalado, deixe-o rodando. Caso não tenha, grave as imagens com o smartphone

Supondo que o provocador tenha fugido a polícia irá localizá-lo através dessas imagens. Por isso, coopere com os policiais para fornecer as imagens.

Assista a um vídeo de caso real publicado no YouTube. Ocorreu em Mie, em janeiro deste ano, e o gravador do carro registrou tudo. O motorista que fechou o carro, desceu e foi reclamar xingando que ele estava muito lento, sendo que o máximo permitido era de 30km/h na via estreita.

https://youtu.be/Bevq7mjVFvA

Veja o folheto em PDF fornecido pela Polícia de Aichi, tocando no texto abaixo para abrir o arquivo.

愛知県警察チラシ(Panfleto da Policia)(H30.9ポルトガル語)

Fonte: divulgação 
Foto: CarTop

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Mais um fabricante de equipamento para terremoto falsificou dados de qualidade

Publicado em 24 de outubro de 2018, em Sociedade

Em mais um escândalo de falsificação de dados, um outro fabricante de amortecedores sísmicos alterou dados de qualidade de seus produtos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Koyo Seiki e a Kawakin Core-Tech são subsidiárias do Kawakin Holdings Group. (NHK)

Mais um fabricante de amortecedores sísmicos falsificou dados de qualidade de seus produtos.

Publicidade

O Ministério da Terra e Infraestrutura do Japão disse que os amortecedores possivelmente com defeito foram fabricados pela Koyo Seiki e despachados pela Kawakin Core-Tech. Ambas são subsidiárias do Kawakin Holdings Group.

A Koyo Seiki alegadamente reescreveu dados de inspeção para amortecedores fabricados entre fevereiro de 2005 a setembro deste ano que falharam em atender aos padrões especificados em contratos com seus clientes.

Os amortecedores foram instalados em 93 estruturas em todo país, incluindo 31 escolas e instalações educacionais, 16 escritórios e 13 prédios do governo.

As falsificações vieram à tona durante uma investigação interna suscitada por problemas similares na gigante da indústria, a KYB.

Representante da Kawakin Holdings, Shinkichi Suzuki, ofereceram um pedido de desculpas na terça-feira, 23 de outubro (TV Tokyo)

O ministério ordenou à Koyo Seiki que substituísse imediatamente os amortecedores em questão, descobrisse por que os dados foram alterados e esboçasse medidas para evitar uma recorrência.

A Koyo Seiki é especializada em ferramentas hidráulicas. Em seu site, a empresa diz que começou a fabricar e vender amortecedores em 2000 e usa um dispositivo de teste desenvolvido por ela mesma para garantir a qualidade de seus produtos.

O representante da Kawakin Holdings, Shinkichi Suzuki, ofereceu um pedido de desculpas na terça-feira (23).

Ele disse que o motivo para a falsificação ainda está sendo investigado, mas que  provavelmente foi feito para atender às necessidades dos clientes.

Fonte: NHK
Imagens: NHK, TV Tokyo

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades