Hamanako Hana Festa com bonsai natural de ¥200 milhões

Houve corte de fitas na cerimônia de abertura do Hamanako Hana Festa, no Hamamatsu Flower Park. Veja o que vai encontrar lá!

Passeio imperdível em Hamamatsu (divulgação/SBS TV)

No Dia do Equinócio da Primavera (21) foi realizado o corte de fitas na cerimônia de abertura da 5.ª edição do festival de flores intitulado Hamanako Hana Festa.

Publicidade

A data não poderia ser mais propícia pois quando se fala em primavera a imagem é de flores, muitas delas. E as narcissus em grande escala – 80 mil – enfeitam o parque como um gigantesco tapete amarelo.

Logo na entrada os 7 bonsais recepcionam os convidados. Um deles, com 200 anos, tem uma copa que chega a 10 metros de diâmetro. É um pinheiro japonês chamado de kuromatsu, avaliado em 200 milhões de ienes.

Bonsai de 200 anos avaliado em ¥200 milhões (Shizuoka Shimbun)

“Fico feliz ao ver os visitantes sentindo o vigor da vida das plantas e árvores, dentro da natureza”, declarou Konami Tsukamoto, a diretora do local.  

As 500 mil tulipas também começaram a florescer, contracenando com as incríveis 1,3 mil cerejeiras.

No final de abril para o começo de maio, as incríveis glicínias estarão exuberantes como sempre. Vale a pena visitar o festival no Lago Hamana, cujo parque está completando 15 anos.

Iluminação noturna (divulgação)

Para desfrutar ainda mais da beleza do imenso parque a comissão preparou cupons de desconto para serem usados nos 57 estabelecimentos dentro da área. Toque aqui para baixar o arquivo e imprimir.

Hamanako Hana Festa

浜名湖花フェスタ

  • Período: até 30 de junho
  • Horários: até 6 de maio, das 8h30 às 17h30; de 7 de maio a 30 de junho, das 9h às 17. No período das cerejeiras, até 21h (até meados de abril)
  • Ingressos: para adultos (acima da idade colegial), de ¥800 a ¥1.000 e crianças, da idade do primário e ginásio, de ¥400 a ¥500. A entrada noturna custa ¥600 para adultos e ¥300 para crianças
  • Local: Hamamatsu, toque aqui para abrir o mapa
Fontes: divulgação, Shizuoka Shimbun e SBS TV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Shinjuku Tiger: figura lendária é mostrada em documentário

Publicado em 22 de março de 2019, em Entretenimento

Shinjuku Tiger anda pelas ruas todo colorido ouvindo música, no bairro-cidade da contracultura em Tóquio. Lendário e famoso, virou filme.

Não há quem não o conheça em Shinjuku (©Yunika Vision)

Com máscara de tigre, trajes extravagantes, peruca de penas pink o lendário Shinjuku Tiger, 69, estreia no cinema. Começa na sexta-feira (22) a exibição de um documentário sobre esse homem que todo mundo que mora em Tóquio já viu, mas não sabe quem é.

Publicidade

Sua profissão é entregador de jornais. E já faz tempo. Lá se vão mais de 40 anos. Cercado de mistério o filme mostra o seu cotidiano, a fama trazida pela mídia, a sua personalidade e o motivo de andar assim todos os dias.

Ouvindo enka – música tradicional japonesa – entrega os jornais e de vez em quando posa para tirar fotos com as pessoas.

O colorido representa ‘love and peace’. “Não sou dark, tem muitas cores, isso representa sonhos”, exclama.

Shinjuku Tiger e mensagem de amor, paz, sonhos e romance

O tigre da selva de edifícios e tecnologia (©Yunika Vision)

Relembra que tinha um santuário xintoísta perto de sua casa, com dezenas de máscaras diferentes. “Escolhi intuitivamente esta”, explicando que foi há 45 anos. “Me transformei em tigre, simples assim”, conta.

“Este traje colorido representa o amor, a paz, mais cinema, a beleza da mulher, os sonhos e o romance. Não são apenas adornos, é minha família. Só de ficar assim me abasteço de energia”, revela.

Nasceu em 1948 na província de Nagano e em 1967 vai para Tóquio cursar faculdade, a qual abandona no segundo ano. Aos 24 anos esse encontro marcante com a máscara o transformou nesse tigre extravagante. E, desde então, assim vive.

“Alegria de viver à minha maneira”

“Comecei como tigre e vou terminar como tigre” (©Yunika Vision)

“O tigre é um ser que consegue viver sozinho dentro da selva, sem se deturpar. No passado, sofri bullying, fui agredido por causa deste traje. Mas não me desviei do caminho.

Depois das entregas de jornais diariamente, vai ao cinema se deliciar. Com seu estilo único e próprio passa a mensagem da “alegria de viver à minha maneira e a importância da continuidade”.

“Não tenho bandeiras da religião tampouco da política, nem posição social nem honra. Comecei como tigre e vou terminar como tigre”, finaliza.

Para quem se interessa em conhecê-lo um pouco mais, pode assistir ao documentário produzido pela Yunika Vision, no Teatro Shinjuku. Aos poucos será exibido nos cinemas de todo país.

Assista ao trailer do documentário.

Fontes: ANN, Nippon e divulgação 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!