Governo declara estado de emergência em Tóquio e 3 províncias

No dia em que Tóquio teve o pior registro até agora, de quase 2,5 mil confirmações de infecção, o governo declara essa medida emergencial.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Primeiro-Ministro ao declarar estado de emergência para Tóquio e 3 províncias vizinhas (JNN)

Às 17h30 de quinta-feira (7) o Primeiro-Ministro, Yoshihide Suga, baseado na Lei de Medidas Especiais, declarou estado de emergência para Tóquio e 3 províncias vizinhas – Kanagawa, Chiba e Saitama.

Publicidade

O período é de sexta-feira (8) até 7 de fevereiro, após apreciação e críticas dos representantes da câmara.

A medida foi tomada por causa dos aumentos explosivos nessas províncias, especialmente logo após o feriado de fim e começo de ano. São 4 os pontos importantes, conforme matéria já publicada anteriormente (leia tocando aqui).

  1. Redução do horário de expediente dos estabelecimentos comerciais que servem bebida alcoólica, até 20h
  2. Reduzir até 70% o expediente dos funcionários para home office
  3. Pedido para a população se abster de sair sem necessidade e urgência
  4. Controle de público nos eventos

A campanha do governo Go To Travel continua suspensa e, cada ministro, explicará sobre as ações mais detalhadas.  

“O governo tem o dever de preservar a vida, por isso, precisamos conter o aumento da infecção pelo novo coronavírus”, disse Suga. 

Seu pronunciamento foi breve, menos de 3 minutos, explicando apenas o essencial. 

Fonte: transmissão ao vivo

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

AEON assegura que tem estoque suficiente e alerta para aglomerações nos supermercados

Publicado em 7 de janeiro de 2021, em Economia

Rede AEON pede para a população não agir impulsivamente já que há estoque suficiente para atender à demanda nesta situação de emergência.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem Ilustrativa

Na tarde de quinta-feira (7), a rede AEON recebeu a imprensa no centro de distribuição de Chiba para mostrar à população que não faltarão produtos nesta situação de emergência.

Publicidade

Na primeira onda do coronavírus na primavera de 2020, os consumidores, preocupados com a falta de produtos, correram para os supermercados, que não estavam preparados para a demanda excessiva e ficaram sem estoque de muitos produtos de necessidade básica.

Estoques cheios no centro de distribuição de Chiba, em Noda (TBS)

A rede AEON, ao revelar os estoque no centro de distribuição, faz um pedido à população para evitar compras impulsivas e aglomerações, principalmente nas províncias de Kanto. Desde junho, a rede vem aumentando o estoque de todas as lojas no Japão. Segundo os responsáveis, os estoques de macarrão instantâneo, alimentos embalados, macarrão, papel higiênico, máscaras e desinfetantes foram dobrados.

“Temos estoque o suficiente. Peço para todos irem às compras sem preocupação”, disse o vice-presidente da AEON TOP VALU, Norio Yokoyama.

Fonte: Nikkei Shimbum

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância