Mortes no trânsito diminuem no Japão em 2020 e atingem recorde de baixa

Mortes nas estradas atingiram o pico em 1970 quando o Japão tinha bem menos semáforos e placas de sinalização.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Trânsito em Tsu, Mie (arquivo PM)

O número de mortes no trânsito no Japão diminuiu para um recorde de baixa de 2.839 em 2020, ficando abaixo de 3 mil pela 1ª vês desde 1948, quando dados comparáveis se tornaram disponíveis, disse a Agência Nacional de Polícia – ANP na segunda-feira (4).

Publicidade

Segundo a ANP, o número de mortes diminuiu em 376 ante o ano anterior, situando-se a cerca de um sexto de seu pico de 16.765 em 1970.

O número de mortes entre pessoas com idade igual ou superior a 65 anos caiu em 186 comparado ao ano anterior, mas ele contou por 56,2% do total de óbitos no trânsito, de acordo com a agência.

Em 2020, de acordo com a agência, foram confirmados 309 mil acidentes de trânsito, com 368.601 pessoas feridas.

Mortes nas estradas atingiram o pico em 1970 quando o Japão tinha bem menos semáforos e placas de sinalização, mas o número caiu devido a leis mais rigorosas e melhoria nas condições das ruas.

Com um aumento no número de proprietários de veículos e motoristas, mortes no trânsito novamente excederam a marca de 10 mil em 1988 antes de cair mais uma vez devido a uma educação sobre segurança mais abrangente para motoristas inexperientes.

No ano passado, a agência reportou o recorde de baixa anterior de 3.215 mortes em 2019, citando regras de trânsito mais reforçadas e melhorias na qualidade de veículos.

Fonte: Mainichi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Redes 5G expandem no Japão

Publicado em 4 de janeiro de 2021, em Sociedade

As principais operadoras de telefonia móvel da nação estão planejando introduzir tarifas mais baratas para uso de redes 5G.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Pessoas mexendo no smartphone (banco de imagens PM)

O ano de 2021 deverá ver um grande aumento nas áreas do Japão onde as pessoas podem usar a próxima geração de redes wireless 5G.

Publicidade

As principais operadoras de telefonia móvel da nação estão planejando introduzir tarifas mais baratas para uso de redes 5G de alta velocidade e capacidade.

Elas iniciaram serviços 5G no ano passado, mas até agora somente em áreas limitadas. Agora, as companhias estão visando acelerar a atualização de suas estações de base.

A NTT Docomo espera que sua cobertura 5G se estenda para 55% da população até o fim do ano fiscal de 2021.

A KDDI e a SoftBank devem oferecer serviços 5G para 90% da população.

A NTT Docomo e a SoftBank estão planejando introduzir planos mais baratos para redes 5G com início nesta primavera em uma resposta a um pedido do governo para reduzir tarifas.

Enquanto isso, principais fabricantes de smartphones estão lançando modelos 5G. Isso deve levar a uma adoção plena da nova tecnologia por consumidores no Japão neste ano.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância