Acidentes envolvendo remoção de neve no Japão causaram a morte de 45 pessoas

Em 3 meses, mais de 40 pessoas morreram no Japão em acidentes enquanto removiam neve.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Acidentes envolvendo remoção de neve no Japão causaram a morte de 45 pessoas nos 3 meses até janeiro deste ano, disseram nesta quinta-feira (24) autoridades de emergência.

Publicidade

Muitas regiões no Japão registraram queda de neve acima da média neste inverno.

A maioria das vítimas em 10 províncias, incluindo Aomori, morreram após serem soterradas pela neve que caiu dos telhados de suas casas, disse a Agência de Gestão de Incêndios e Desastres.

A província de Aomori no nordeste do Japão teve o maior número de mortes, com 11, seguida por Hokkaido, com 10 Akita, Fukushima e Yamagata no noroeste registraram 3 mortes cada.

Em Hokkaido, áreas banhadas pelo Mar do Japão têm registrado volume de neve mais pesado do que o normal nesta estação, de acordo com um observatório local.

Mais de 90% das vítimas tinham idade igual ou superior a 65 anos, de acordo com a agência.

A polícia local pediu às pessoas que ficassem longe dos beirais de suas casas e usassem capacetes e cordas de segurança se subissem nos telhados.

Residentes também foram alertados a trabalharem em grupos ou notificarem outros antes e depois de tentarem remover neve para evitar passarem despercebidos no caso de um acidente.

Fonte: News and Culture

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Ucrânia fecha espaço aéreo para voos civis em meio à ação militar russa

Publicado em 24 de fevereiro de 2022, em Notícias do Mundo

Reguladora de aviação alerta sobre perigos de voar em áreas de fronteira da Rússia e Bielorússia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Aeroporto Internacional de Kiev-Boryspil (banco de imagens)

A Ucrânia fechou seu espaço aéreo para voos civis nesta quinta-feira (24), citando alto risco à segurança, enquanto a reguladora de aviação da Europa também alertou sobre os perigos de voar em áreas de fronteira da Rússia e Bielorússia por causa de atividades militares.

Publicidade

O presidente Vladimir Putin autorizou uma operação militar no leste da Ucrânia no que pareceu ser o início de guerra na Europa.

Em seu site, A Ukraine State Air Traffic Services Enterprises disse que o espaço aéreo do país estava fechado para voos civis com início nesta quinta-feira.

A Agência de Segurança de Aviação da União Europeia (EASA) disse que o espaço aéreo na Rússia e Belarus (Bielorrússia) dentro de 100 milhas náuticas de suas fronteiras com a Ucrânia poderia representar riscos de segurança.

“Em particular, há risco tanto de alvo intencional como de erro na identificação de aeronave civil”, disse a agência em um comunicado de zona de conflito.

A indústria aérea leva muito em conta os riscos que os conflitos representam para a aviação civil desde 2014, quando o voo MH17 da Malaysia Airlines foi abatido sobre o leste da Ucrânia.

Antes da Ucrânia alertar sobre o fechamento do espaço aéreo, Reino Unido, Canadá, França, Itália e os EUA pediram as suas companhias aéreas que evitassem certos locais sobre o leste do país e da Crimeia.

A Lufthansa da Alemanha suspendeu voos para a Ucrânia desde a segunda-feira (21), juntando-se à KLM que já havia interrompido os serviços.

Fonte: Asia Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância