Australiano é preso por roubar ¥740 mil de supermercado em Osaka

O australiano teria roubado ¥740 mil de um supermercado em Osaka no início de fevereiro deste ano.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Ucraniano é preso por tentar afundar iate de luxo de chefe russo na Espanha

Publicado em 1 de março de 2022, em Notícias do Mundo

O Lady Anastacia é uma embarcação de 47 metros com 5 cabines, de propriedade de um magnata russo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Um marinheiro ucraniano em Maiorca, na Espanha, foi preso por afundar parcialmente um iate de €7 milhões de propriedade de um magnata russo, dias após a Rússia ter invadido a Ucrânia.

Publicidade

O iate, chamado de Lady Anastacia, é uma embarcação de 47 metros com 5 cabines e é de propriedade de Alexander Mijeev, ex-chefe da Corporação Russa de Helicópteros.

Em 2016, ele assumiu a Rostec, uma fornecedora de armas estatal russa.

O marinheiro, cujo nome não foi revelado, teria aberto as válvulas do iate fazendo com que ele afundasse parcialmente, divulgou o jornal Última Hora das Ilhas Baleares da Espanha no domingo (27).

Ele abriu uma válvula na sala de máquinas e uma segunda onde a tripulação fica e teria pedido a outros três tripulantes, também ucranianos, que abandonassem a embarcação.

Depois, quando guardas civis vieram para prendê-lo, ele disse, “o dono desta embarcação é um criminoso que ganha vendendo armas e agora mata ucranianos”.

No tribunal, o marinheiro, que trabalha como engenheiro mecânico para a embarcação há uma década, disse que ele culpava Mijeev por produzir armas usadas para atacar a Ucrânia.

“Não me arrependo de nada do que fiz e faria de novo”, disse o marinheiro à polícia, acrescentando, “meu chefe é um criminoso que vende armas as quais matarão o povo da Ucrânia”.

Após sua prisão ele admitiu responsabilidade, mas foi liberado por um juiz.

Fonte: The Independent

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância