Daihatsu informa paralisação da planta de Shiga em abril

A fabricante de veículos informou que será obrigada a suspender a produção por dois dias da planta de Shiga.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa do Tanto (HP)

A Daihatsu, montadora com sede em Osaka, informou que fará paralisação das suas linhas da planta número 2, em Ryuo (Shiga), nos dias 1.º e 4 de abril.

Publicidade

O motivo é a estagnação no fornecimento de peças eletrônicas de seus parceiros, devido à escassez de semicondutores.

Essa planta produz o Tanto, Rocky e outros veículos para Toyota (Raize) e Subaru, o Chiffon.

Em março a Daihatsu suspendeu a produção dessa planta pelo mesmo motivo e também porque seus fornecedores sofreram danos com o terremoto de Fukushima, ocorrido no dia 16.

“A entrega pode atrasar para alguns modelos, mas gostaríamos de tomar medidas para evitar os atrasos, o máximo possível”, declarou um porta-voz da montadora.

Fontes: NHK e Response

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Uniqlo abre primeira loja dentro do hospital

Publicado em 30 de março de 2022, em Economia

É a primeira vez que a rede de vestuário casual instala uma loja no hospital, mas pode ser uma experiência bem sucedida.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Interior da loja Uniqlo no hospital (FNN)

Nos hospitais é comum ver restaurantes, cafés e lojas de conveniência. No entanto, a iniciativa pioneira de uma loja da marca Uniqlo chama a atenção. No primeiro piso do Saiseikai Central Hospital, em Minato-ku, Tóquio, foi inaugurada a primeira loja em 16 de março.  

Publicidade

A iniciativa partiu do próprio hospital, levando em conta a necessidade dos pacientes e seus familiares, além da equipe médica.

Roupas para atender às necessidades dos pacientes e da equipe médica (FNN)

“Havia uma forte demanda de pacientes internados por roupas que pessoas de todas as idades pudessem usar a preços acessíveis. Com a proibição de visitas por causa da epidemia do coronavírus, há uma dificuldade na troca de roupas dos pacientes. Decidimos abrir uma loja em resposta à crescente necessidade de comprar roupas no hospital”, declarou um porta-voz da Fast Retailing para a FNN.

Como a área de vendas é limitada a 43 metros quadrados, a variedade dos produtos dispostos é reduzida, mas o cliente pode fazer o pedido para retirá-lo no local. O corredor da loja e o caixa foram projetados para que um paciente com cadeira de rodas tenha acesso a loja.

Por se tratar de uma loja no hospital, a linha oferecida é para atender às necessidades, como roupa íntima e peças avulsas consideradas home wear, as quais podem ser usadas sobre o pijama quando o paciente necessita sair do quarto para fazer um exame, por exemplo. Ou seja, não foram desenvolvidas peças exclusivas, são todas as oferecidas nas lojas físicas e online.

Se um paciente sente que não precisa mais das peças adquiridas ao receber alta, pode contribuir doando-as na caixa de reciclagem.

Caixa pensado no paciente com cadeira de rodas e ao lado local para receber as peças para reciclagem (FNN)

Fonte: FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência