Donki irá acolher 100 famílias de ucranianos refugiados

O grupo gestor da rede de lojas de desconto informou que apoiará a decisão do governo japonês de receber os refugiados, acolhendo 100 famílias.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Grupo desejando boas-vindas aos refugiados (Pixabay)

A Pan Pacific International Holdings, gestora da rede de lojas de desconto Don Quijote, anunciou na quinta-feira (3), que aceitará 100 famílias dos refugiados da Ucrânia, as quais tiveram que sair do país por causa do ataque da Rússia

Publicidade

A decisão foi tomada após o primeiro-ministro Fumio Kishida anunciar, no dia anterior, que aceitará os refugiados que estão em outros países como a Polônia, como parte da assistência humanitária do governo.

Placa de uma das lojas Don Quijote (Flickr)

A empresa fornecerá aos refugiados da Ucrânia reconhecidos pelo governo japonês, apoio financeiro e de moradia, bem como oportunidade de emprego.

Os meios específicos ainda não são claros, mas o grupo disse que está considerando a formação profissional para que possa oferecer oportunidade de trabalho.  

“Oramos por uma maior expansão do círculo de apoio aos refugiados ucranianos“, declarou um porta-voz do grupo. 

Fonte: Mainichi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Restaurantes russos no Japão são alvo de difamação online

Publicado em 4 de março de 2022, em Sociedade

Estabelecimentos ficaram perplexos pelas mensagens sem base e imprudentes que constituem crimes de ódio.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Postagens anônimas perturbando e difamando restaurantes russos no Japão pela invasão da Ucrânia foram vistas entre avaliações do Google e em outros sites, deixando estabelecimentos perplexos pelas mensagens sem base e imprudentes que constituem crimes de ódio.

Publicidade

Um restaurante russo administrado por um japonês no distrito de Shinjuku, Tóquio, soube que estava sendo sujeito a postagens no Google difamando a culinária russa após receber uma ligação sobre elas.

“A comida russa não está relacionada com a invasão da Ucrânia. As postagens são desagradáveis, mas temos clientes, então continuaremos a trabalhar normalmente o tanto quanto possível”, disse o proprietário.

Também em Tóquio, só que no distrito de Ginza, uma loja de comidas russas, a Aka no Hiroba, foi vítima de uma perturbação suspeita.

Uma ciclista em alta velocidade atingiu uma placa da loja, a qual havia sido colocada em frente ao estabelecimento de uma maneira para não bloquear o tráfego, e a quebrou, na noite de segunda-feira (28).

De acordo com o gerente ucraniano da loja, seus funcionários incluem um outro ucraniano e um do Uzbequistão.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância