Soldado russo morto na Ucrânia: trocas de mensagens com sua mãe mostram que ele não sabia que iria lutar na ‘guerra’

Pelas mensagens, o soldado russo e sua mãe pensavam que estava em treinamento militar e não sabia que iria ser enviado para a Ucrânia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Veículos de uso bélico da Rússia na Ucrânia (Ukrinform)

A Ucrânia foi invadida pelo exército russo na quinta-feira (24) e desde então vem sofrendo bombardeios, perda de vida dos civis e mais de 500 mil refugiados nos países vizinhos. 

Publicidade

Em meio a esse clima de terror no país, um soldado russo morto no combate, tinha um smartphone, cuja troca de mensagens de texto com sua mãe foi copiada e apresentada pelo embaixador ucraniano da ONU Sergiy Kyslytsy, na segunda-feira (28).

O relato começa com a mãe perguntando: “Alyosha, o que você está fazendo? Por que você não pode responder? Você está realmente em treinamento?”.

O soldado respondeu: “Mamãe, não estou mais na Crimeia. Não estou em treinamento“.

“Onde você está então? Papai está perguntando se posso lhe enviar um pacote”, pergunta a mãe.

“Que tipo de pacote mamãe, você pode me enviar?“, responde o soldado.

A mãe pergunta: “Do que você está falando, o que aconteceu?”

Kyslytsy mostra a reprodução das mensagens de texto (ANN)

Depois segue com o soldado respondendo: “Mamãe, isto é tão difícil”.

“Mamãe, estou na Ucrânia. Há uma guerra real acontecendo aqui. Estou com medo. Estamos bombardeando todas as cidades de uma vez, atingindo até civis. Disseram-nos (na Rússia) que eles nos receberiam bem mas estão caindo sob nossos blindados, veículos se jogando sob as rodas e não nos deixando passar. Eles nos chamam de fascistas. Mamãe, isso é tão difícil”. 

Do treinamento para a “guerra”

Se o conteúdo for verdadeiro, significa que o soldado foi enviado ao campo de batalha sem saber das circunstâncias.

O governo ucraniano criou um site onde as famílias podem procurar pelos soldados russos que foram feitos prisioneiros ou morreram.

Nesse site há outra declaração, de um soldado russo que foi preso pela Ucrânia, o qual diz em entrevista: “Papai, mamãe, eu não queria vir, mas eu tinha que vir. Depois fui para Belgorod para o treinamento e me mandaram entrar na Ucrânia”.

Belgorod é uma cidade que fica a 40km da divisa com a Ucrânia. 

Fontes: ANN, ITV e NDTV

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Japonesa é presa por obter 20 milhões de ienes do iludido ‘namorado’

Publicado em 2 de março de 2022, em Crime

Foi algemada como suspeita de fraude ao prometer casamento para obter uma grande soma de dinheiro do homem.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância