Toyota retoma produção, exceto em uma linha em Aichi

A maior montadora do Japão informou que retomou praticamente toda sua produção, exceto em uma linha na planta de Kariya.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem de arquivo da linha de produção da Toyota Motor (Tokai TV)

A Toyota Motor informou que voltou à produção normal na segunda-feira (28), conforme estava previsto, depois da paralisação por causa dos danos causados pelo terremoto de Fukushima, em 16 deste mês, afetando seus fornecedores de peças.

Publicidade

Depois do terremoto, as operações das plantas foram reiniciadas gradativamente, mas ainda faltavam as 8 linhas de 6 plantas, as quais retornaram na data prevista. 

No entanto, uma linha de uma das fábricas, em Kariya (Aichi), a qual produz minivans, ainda continua com paralisação até quinta-feira (31). 

Por causa dessas paralisações a Toyota Motor foi afetada na produção de 30 mil unidades, pela da escassez de semicondutores, depois pelo ciberataque em um de seus fornecedores e, por último, pelo terremoto que afetou seus parceiros. 

Plano de produção para o próximo trimestre

Na terça-feira (30) a Toyota Motor informou sobre seu plano de produção de veículos para os próximos três meses, de abril a junho. 

No Japão, o volume diário de produção em abril e maio foi fixado em cerca de 12 mil unidades, e para junho, 13 mil. Levando em conta riscos como a escassez de semicondutores, o plano foi suprimido em relação ao passado.

Fontes: Tokai TV, FNN e Chubu Keizai

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Rússia diz que diminuirá drasticamente a atividade militar perto de Kiev

Publicado em 30 de março de 2022, em Notícias do Mundo

Essa é a concessão mais significativa por Moscou desde que invadiu a Ucrânia há mais de um mês.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Prédios residenciais destruídos em Kiev na Ucrânia, 18 de março de 2022 (banco de imagens)

O ministério da Defesa da Rússia disse na terça-feira (29) que as forças armadas do país reduzirão drasticamente as operações perto de Kiev e Chernihiv, uma cidade no norte da Ucrânia, a concessão mais significativa por Moscou desde que invadiu o território de seu vizinho há mais de um mês.

Publicidade

Alexander Fomin, vice-ministro da Defesa da Rússia, disse que o ministério da Defesa russo decidiu “reduzir radicalmente, em várias vezes, a atividade militar” na direção de Kiev e Chernihiv, divulgou a mídia estatal RIA.

O canal do Telegram do ministério também disse que Moscou “reduziria drasticamente a atividade militar nas cidades”.

A ação segue conversas entre delegações russas e ucranianas em Istambul, na Turquia, na terça-feira.

Fomin citou que as negociações sobre preparar um acordo relativo à neutralidade da Ucrânia e status não nuclear, assim como fornecer garantias de segurança para o país, estão se movendo para a esfera prática, de acordo com uma reportagem da agência de notícias Tass.

A medida foi destinada a “aumentar a confiança mútua” e “criar as condições necessárias” para a assinatura do acordo, teria dito Fomin.

O ministro de Relações Exteriores turco, Melvut Cavusoglu, foi citado pela Reuters dizendo que as conversas de terça-feira marcaram o progresso mais significativo em negociações Ucrânia-Rússia até agora.

Negociadores ucranianos e russos realizaram a primeira reunião pessoalmente desde 7 de março, enquanto a invasão da Ucrânia pela Rússia entra em sua quinta semana.

Fonte: News and Culture

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência