Exército da Rússia faz treinamento de lançamento de míssil no Mar do Japão

Parece que a Rússia quis intimidar o Japão e os EUA fazendo o lançamento de um míssil no Mar do Japão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem do momento do lançamento do míssil no Mar do Japão (ANN)

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou na quinta-feira (14) um teste de lançamento de míssil de cruzeiro e divulgou o vídeo. “Foi lançado da área do Mar do Japão“, relata uma agência de notícias russa.

Publicidade

A informação é de que foi um ‎‎3M-54 Kalibr, lançado “com sucesso” de 2 submarinos da Frota do Pacífico, visando um suposto navio inimigo sobre as águas. 

Segundo a informação divulgada, havia mais de 15 embarcações náuticas e aéreas nesse exercício militar. Esse míssil tem velocidade subsônica mas de grande alcance, maior do que o supersônico.

Um analista da ANN, Tetsuo Kotani, da Universidade Meikai, disse que o Kalibr é um míssil de cruzeiro e deve ter voado de forma que não fosse perceptível aos radares do alvo e com bom desempenho, pois se é lançado do submarino, essa embarcação é silenciosa.

“Pode ser porque depois de 4 anos o superporta-aviões Abraham Lincoln (CVN-72) fez um exercício militar conjunto no Mar do Japão, prevendo novo disparo de míssil da Coreia do Norte”, apontou.

Outro motivo deve ser para intimidar os Estados Unidos, pela sua posição em relação a Ucrânia diante do ataque russo. Além disso, o Japão também endureceu ainda mais as sanções econômicas em relação a Rússia. 

Submarino russo, de onde foi feito o lançamento do míssil (FNN)

Fontes: ANN, NNN e FNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Fabricante de iPhones suspende produção em duas cidades na China

Publicado em 14 de abril de 2022, em Ásia

Operações foram suspensas em Xangai e Kunshan enquanto as redes de fornecimento globais sentem o aperto das medidas ‘covid zero’ de Pequim.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

As suspensões da Pegatron marcam o mais recente abalo para a Apple (ilustrativa/banco de imagens)

Uma principal fabricante de iPhones, a Pegatron, suspendeu operações em suas subsidiárias chinesas nas cidades de Xangai e Kunshan, enquanto redes de fornecimento globais sentem o aperto das rigorosas medidas “covid zero” de Pequim.

Publicidade

O centro financeiro de Xangai se tornou o coração do maior surto de covid-19 da China desde o surgimento do vírus há mais de 2 anos.

A cidade de 25 milhões de pessoas permanece quase que inteiramente isolada desde o início do mês.

“Suspendemos temporariamente o trabalho”, disse a Pegatron em um arquivamento junto à Bolsa de Valores de Taiwan na terça-feira (12).

A empresa taiwanesa disse que “coopera ativamente com autoridades locais” e que tentaria retomar as operações assim que possível.

A China registrou cerca de 28 mil casos de covid-19 na quarta-feira (13), a grande maioria em Xangai.

As suspensões da Pegatron marcam o mais recente abalo para a Apple, que tem visto interrupções em linhas de montagem de outras fornecedoras nos últimos meses enquanto a China enfrenta dificuldades para frear surtos do vírus.

Fonte: The Guardian

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência