Putin diz ‘graças a Deus’ que algumas empresas estrangeiras saíram da Rússia

O presidente russo disse que com a saída de empresas estrangeiras do país companhias internas poderiam ocupar seus lugares.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Vladimir Putin diz estar feliz com a saída de algumas empresas estrangeiras da Rússia (banco de imagens)

O presidente Vladimir Putin disse na quinta-feira (26) que ele estava feliz pelo fato de algumas empresas estrangeiras terem deixado a Rússia porque companhias internas poderiam ocupar seus lugares, e ele alertou o Ocidente que Moscou ainda encontraria maneiras de adquirir tecnologia avançada e produtos de luxo.

Publicidade

Além de mortes e horror da guerra, o conflito e a tentativa do Ocidente de isolar a Rússia como punição prejudicaram o crescimento da economia global e causou uma onda de inflação, visto que os preços de grãos, óleo de cozinha, fertilizantes e energia aumentam.

Desde o início da guerra, uma série de investidores estrangeiros, da BP à McDonald’s, saiu do país, assim como a economia russa enfrenta sua pior contração desde os anos após a turbulência do colapso soviético.

“Às vezes, quando você olha para aquelas que saíram, agradeça a Deus, talvez? Ocuparemos seus nichos: nossos negócios, nossa produção, já cresceram, e elas se assentarão de forma segura no terreno preparado pelos nossos parceiros”, disse Putin.

A invasão da Ucrânia pela Rússia em 24 de fevereiro matou milhares de pessoas, deslocou mais milhões e levantou temores do confronto mais grave entre a Rússia e os EUA desde a Crise dos Mísseis de Cuba de 1962.

Fonte: Channel News Asia

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Caças do Japão e EUA fizeram treinamento militar conjunto

Publicado em 27 de maio de 2022, em Política

Foram 8 aeronaves militares no total, no treinamento conjunto entre Japão e EUA, além de simulação de bombardeio.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Caças táticos F-15 e F-16, do Japão e EUA (ANN)

Na quinta-feira (26) o Ministério da Defesa do Japão (MOD) anunciou que a Força de Autodefesa Aérea e a Força Aérea dos EUA realizaram treinamento conjunto sobre o Mar do Japão no dia anterior, quarta-feira. 

Publicidade

Nesse treinamento, 4 caças táticos F-15 do Japão e outros quatro F-16 dos EUA fizeram voos conjuntos sobre o Mar do Japão, com o objetivo de conter a Coreia do Norte, a qual lançou 3 mísseis balísticos nesse dia.

É incomum que o Japão e os Estados Unidos realizem treinamento conjunto no dia em que a Coreia do Norte lança mísseis.

Depois do treinamento conjunto, os combatentes militares dos EUA realizaram bombardeios simulados em um campo de treinamento na província de Aomori, de acordo com as fontes da FNN.

“Foi realizado considerando um ambiente de segurança severo, incluindo o lançamento de mísseis balísticos pela Coreia do Norte desta vez”, disse um porta-voz do MOD.

Esse treinamento conjunto pode ter sido para mostrar aos países vizinhos em atividades militares que o Japão e EUA têm parceria, pois na terça-feira (24) bombardeiros da China e Rússia sobrevoaram o Japão.

Fontes: ANN e FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância