Motoristas de entrega da Amazon Japan formam sindicato

Eles entregaram uma carta na sede da gigante das compras online em Tóquio exigindo que suas condições de trabalho desfavoráveis sejam corrigidas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Motoristas de entrega que trabalham como freelancers para a Amazon Japan formam sindicato (ilustrativa/banco de imagens)

Um grupo de 10 pessoas que trabalham como motoristas de entrega da unidade do Japão da Amazon.com Inc formaram um sindicato e entregaram uma carta na sede da gigante das compras online em Tóquio exigindo que suas condições de trabalho desfavoráveis sejam corrigidas, disseram membros da união na segunda-feira (13).

Publicidade

O sindicato diz que, apesar de trabalharem como motoristas freelancers, a Amazon Japan G.K, controla efetivamente suas horas de trabalho ao enviar instruções de entrega via smartphone e que terceirização de operações de entrega é uma maneira de evitar assinar contratos de trabalho.

Advogados e defensores do grupo disseram que essa é a primeira vez que motoristas de entrega da Amazon formaram um sindicato no Japão.

Os membros, que fazem entregas em Yokosuka (Kanagawa) disseram em uma coletiva de imprensa em Tóquio que eles foram forçados a trabalhar horas excessivamente longas, principalmente após a companhia, no ano passado, ter passado a usar inteligência artificial para decidir o número de pacotes a serem entregues e a área de cobertura do motorista.

Um representante da Amazon disse que a companhia “recebeu a carta e está verificando o conteúdo de seus pedidos”.

Há muitos motoristas em todo o país que trabalham sob condições similares a dos membros da união, e a mais recente ação em Yokosuka poderia amplificar pedidos por melhorias e condições de trabalho.

Fonte: Japan Today

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Três presos tinham mais de 3 mil itens imitando marcas famosas

Publicado em 14 de junho de 2022, em Crime

Esse grupo teria levantado um faturamento que ultrapassa 3 bilhões de ienes vendendo produtos de imitação como se fossem genuínos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância