Tensões aumentam entre Rússia e Lituânia

Moscou ameaçou a Lituânia após ela ter proibido a transferência ferroviária de alguns produtos para o território russo de Kaliningrado.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Kaliningrado (em vermelho à esq.) faz fronteira com a Lituânia e Polônia (banco de imagens)

A Rússia alertou a Lituânia sobre consequências “graves” após ela ter proibido a transferência ferroviária de alguns produtos para o território russo de Kaliningrado.

Publicidade

Moscou “certamente responderá a tais ações hostis”, disse o alto funcionário de segurança Nikolai Patrushev.

A Lituânia diz que está apenas seguindo as sanções impostas pela União Europeia – UE em relação à invasão da Ucrânia por Moscou.

Kaliningrado – uma região estratégica onde a Frota Russa do Báltico está sediada – não tem fronteira com a Rússia.

O território ocidental foi anexado da Alemanha após a 2ª Guerra Mundial em 1945 e faz fronteira com a Lituânia e Polônia, que são membros da UE e Otan.

A região, onde vive um número estimado de 1 milhão de pessoas, depende pesadamente de importações de matérias-primas e peças de reposição da Rússia e UE.

O governador regional, Anton Alikhanov, disse que a proibição cobriria cerca de 50% dos itens que Kaliningrado importa.

Na semana passada, autoridades da Lituânia anunciaram que proibiriam produtos sujeitos a sanções da UE de passar pelo seu território para Kaliningrado.

O ministro de Relações Exteriores da Lituânia, Gabrielius Landsbergis, disse: “Não é a Lituânia fazendo alguma coisa, são as sanções que começaram a valer em 17 de junho.

Como membro da aliança militar Otan, a Lituânia é protegida por tratados coletivos de defesa.

Fonte: BBC

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Risco do surgimento de tubarões em Tokai e Kanto

Publicado em 23 de junho de 2022, em Sociedade

As várias espécies de tubarões, incluindo as que atacam humanos, poderão ser vistas em outras regiões por causa de um fenômeno no mar.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Em vermelho os tubarões cabeça chata em Naha (cedida para FNN)

Os tubarões que podem atacar os seres humanos têm sido presenciados em Kagoshima e em Okinawa, inclusive nos rios, em uma época em que já começou a temporada de praias nas ilhas do sul.

Publicidade

Em Naha, capital da província de Okinawa, foram encontrados 4 tubarões cabeça chata em um rio a 3 quilômetros acima da foz. Sayuri Taita, do Manko Waterbird e Wetland Center, disse que os 4 foram encontrados mortos quando a maré estava baixa.

São de uma espécie que podem viver tanto na água salgada quanto doce e chegam a 2 a 3 metros de comprimento, com característica de feroz, podendo atacar as pessoas.

Tubarão cabeça chata no Rio Kumoji (cedida para FNN)

Em 19 de maio um desse tipo foi fotografado no Rio Kumoji, a poucos metros da movimentada avenida Kokusai Doori, em Naha.

Segundo o professor associado Taku Horie, da Faculdade de Oceanografia da Universidade de Tokai, essa espécie de tubarão é comumente encontrada em Okinawa, subindo o rio.

Motivo da aparições de tubarões

A temporada de praias começou em 1.º de abril em Okinawa, onde a estação das chuvas já terminou e o sol está a pino. Recomenda-se cuidado ao avistar esse ser marinho.

Fenômeno da corrente marítima Kuroshio, sobe como uma serpente (FNN)

Um dos motivos do aparecimento desses tubarões é atribuído ao fenômeno Grande Meandro do Kuroshio (黒潮大蛇行). Kuroshio é uma corrente marítima quente do Japão, a qual é sinuosa como uma serpente do sul para o leste do país, por isso o nome.

Há possibilidade de tubarões em Tokai e Kanto

Em 13 deste mês, tubarões-tigre foram vistos na costa de Tebiro, na cidade de Amami, ilha principal homônima (Kagoshima). Por isso, a associação de surfe local instalou uma placa de aviso para os banhistas e surfistas.

Essa corrente chamada de Kuroshio serpenteia do sul para o leste, podendo chegar à costa da região Tokai e até a de Kanto. 

Atualmente, está registrando o período mais longo da história da observação, e é possível que os tubarões possam ter entrado no Grande Meandro do Kuroshio, explicou o professor. 

Ele disse que atualmente está investigando a Baía de Suruga, “mas este ano sinto que há mais tubarões pelágicos (espécie galha-branco oceânico), por isso podem aparecer em Tóquio ou Kanto”, explicou.  

Um dos tubarões encontrado morto no rio em Naha (cedida para FNN)

Fonte: FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância