Pegadas de dinossauro de 100 milhões de anos são encontradas em restaurante na China

Várias cavidades de pedra no restaurante em Leshan, na província de Sichuan, continham as pegadas de dois saurópodes, um tipo de dinossauro que viveu durante o período inicial Cretáceo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Pegadas de dinossauros que remontam há 100 milhões de anos foram descobertas no sudoeste da China por um cliente com vista de águia em um jardim externo de um restaurante.

Publicidade

Várias cavidades de pedra no restaurante em Leshan, na província de Sichuan, continham as pegadas de dois saurópodes, um tipo de dinossauro que viveu durante o período inicial Cretáceo, disse Lida Xing, paleontólogo e professor associado na Universidade de Geociências da China.

A equipe de Xing confirmou a descoberta no sábado (16) usando um escâner 3D.

Os saurópodes, conhecidos pelos seus pescoços e caudas longas, foram os maiores animais que já andaram na Terra.

Eles podiam crescer até o comprimento de dois ônibus escolares e eram tão pesados que o chão podia chacoalhar quando eles andavam.

Os dois saurópodes que deixaram suas pegadas no local onde fica o restaurante provavelmente mediam cerca de 8m de comprimento, disse Xing.

O dono do restaurante cercou o local para evitar que as pessoas pisem nas pegadas e poderá construir um tipo de galpão para protegê-las ainda mais, disse Xing, acrescentando que foi um sinal de boas-vindas de maior interesse científico entre o público.

Fonte: CNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Panda gigante em cativeiro mais velho do mundo morre em Hong Kong

Publicado em 21 de julho de 2022, em Ásia

O panda gigante An An, de 35 anos, foi eutanizado após ter apresentado ‘sinais contínuos de enfraquecimento’ nas últimas semanas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

An An vivia no Ocean Park em Hong Kong (Facebook/Ocean Park Hong Kong)

O panda gigante em cativeiro mais velho do mundo morreu em um parque zoológico em Hong Kong nesta quinta-feira (21).

Publicidade

O animal, chamado An An, foi eutanizado aos 35 anos, equivalente à idade de um humano vivendo até os 105 anos.

Funcionários no Ocean Park dizem que a decisão foi tomada após o panda ter apresentado “sinais contínuos de enfraquecimento” nas últimas semanas.

An An, junto com sua parceira Jia Jia, foram presente do governo central da China para Hong Kong em 1999.

Autoridades do Ocean Park disseram que a ingestão de comida do panda diminuiu progressivamente até ele parar de consumir sólidos e sobreviver apenas bebendo água e bebidas eletrolíticas.

Os cuidadores do panda também observaram que seus níveis de atividade diminuíram e seus períodos de descanso estavam ficando cada vez mais longos.

Autoridades do parque decidiram eventualmente eutanizar o urso “para aliviar o desconforto geriátrico do panda”, disseram em uma declaração nesta quinta-feira.

Sua companheira Ji Jia morreu em 2016 aos 38 anos, tornando-se a panda gigante mais velha em cativeiro.

A expectativa média de vida da espécie é de menos de 20 anos na selva, mas eles podem viver mais em cativeiro.

Fonte: BBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência