Primeiro caso de autuação em Tóquio por dirigir moto aquática alcoolizado

Anteriormente já tinha ocorrido autuação de um homem que dirigia a lancha alcoolizado, mas de moto aquática foi a primeira vez.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem meramente ilustrativa de moto aquática (Pixabay)

Na quinta-feira (6), o Departamento de Polícia Metropolitana informou sobre a autuação de um japonês de 40 anos, empresário, residente na província de Chiba, por ter violado a Portaria de Segurança Hídrica de Tóquio.

Publicidade

Ele estava alcoolizado quando dirigia sua moto aquática na manhã de 3 de maio na costa de Koto-ku, em Tóquio. O suspeito teria admitido que ingeriu 1 litro de highball – uísque com bebida carbonatada – antes de sair dirigindo a moto aquática, alegando que “foi para aumentar a vibe”.

Essa portaria entrou em vigor em julho de 2018 e essa foi a primeira autuação em relação à moto aquática, encaminhando o suspeito para a promotoria. Mas em junho de 2019 um homem na faixa dos 60 anos foi autuado por dirigir uma lancha, em estado de embriaguez. Essa portaria vale para as pequenas embarcações usadas tanto no rio, lago ou mar.

Essa portaria é válida em todo o Japão?

A resposta é não porque a lei proíbe conduzir pequenas embarcações, mas não há penalidade na violação

Imagem ilustrativa de pequena embarcação como essa lancha (PxHere)

Quando se trata de uma portaria, cada cidade ou província cria, aprova e aplica. Esses dois casos mencionados acima são de uma portaria de Tóquio. 

Outra província que tem a portaria é Ibaraki. Foi revisada em 2019 para aumentar as penas, as quais eram leves. Em 2019, passou de 50 para até 300 mil ienes de multa ou prisão de até 3 meses.  

A província de Hyogo pretende introduzir penalidades para quem manobrar pequenas embarcações, com duas categorias. Para quem for flagrado dirigindo embriagado ou sob efeito de droga ilícita pagaria uma multa de até 500 mil ienes ou até 3 meses encarcerado. Já para o caso de alcoolizado o valor cai para até 300 mil ienes e o tempo de prisão é o mesmo.   

As pequenas embarcações mencionadas são moto aquática, barcos de lazer, lancha pequena e outras.

Fontes: Sankei, FNN, Yomiuri e Pol. Hyogo

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Japão introduz prisão de até 1 ano e outras punições para insultos online

Publicado em 7 de julho de 2022, em Sociedade

Prisão e outras punições mais rigorosas para cyberbullying no Japão após a morte trágica da estrela da Netflix Hana Kimura.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Uma pena de prisão de até 1 ano e outras punições mais rigorosas para insultos online entraram em vigor nesta quinta-feira (7) como parte dos esforços do Japão para combater o cyberbullying (assédio virtual).

Publicidade

O Código Penal revisado também aumentou a multa por insultos para até ¥300 mil (US$2,2 mil).

Antes, era aplicada uma detenção de menos de 30 dias ou uma multa de menos de ¥10 mil. O estatuto de limitações para insultos também foi estendido de 1 para 3 anos.

Ações para modificar a lei ganharam tração após Hana Kimura de 22 anos, lutadora profissional e parte do elenco do reality show popular da Netflix, “Terrace House”, ter cometido suicídio em maio de 2020 após receber inúmeras mensagens de ódio na mídia social.

Dois homens nas províncias de Osaka e Fukui foram multados em ¥9 mil cada por insultos postados sobre a personalidade de TV antes de sua morte, mas alguns manifestaram preocupação de que as punições foram muito brandas, o que levou a um pressão para as mudanças legais.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência