Primeiros casos da subvariante BQ.1.1 em Aichi

Foram confirmados os 2 primeiros casos da infecção pela subvariante Kerberos em Aichi, sendo o 10.º caso no Japão, o que requer ainda mais cuidados preventivos.

Governador de Aichi mostra placa de forte vigilância contra essa subvariante Kerberos (CBC TV)

O governador da província de Aichi, Hideaki Omura, informou na segunda-feira (14), que foram confirmados pela primeira vez 2 casos de infecção pela subvariante da ômicron do coronavírus, BQ.1.1, também chamada de Kerberos.

Publicidade

Segundo Omura, a subvariante BQ.1.1 foi confirmada no início de novembro em um homem na faixa dos 70 e em uma mulher na casa dos 20, ambos residentes em Aichi.

O idoso não tem histórico de viagens para o exterior ou de mudança para a província, por isso, acredita-se que a infecção tenha sido comunitária. Ele está hospitalizado para tratamento da covid.

Em relação à mulher jovem, ainda não se sabe se esteve no exterior. Quando a infecção foi descoberta, apresentava sintomas leves e se recuperava em casa.

A Kerberos foi confirmada pela primeira vez, não só em Aichi, como também na região Tokai, e é o 10.º caso no Japão. 

Como a vacina bivalente pode não ser eficiente contra essa subvariante da ômicron, Omura pede forte vigilância à infecção pelo coronavírus. 

Em 4 deste mês foram constatados os 4 primeiros casos de infecção por essa mesma subvariante em Kobe (Hyogo), em duas crianças (idade inferior a 10 anos) e dois adultos na faixa dos 50 anos. 

Foram os primeiros casos da região Kansai. Já foram constatados anteriormente em Tóquio, Kanagawa, Nagano, Gunma e Fukushima.  

Fontes: CBC TV, Tokai TV e MBS

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Mulher encontra seu filho de 4 anos caído do 10.º andar, o qual morreu em seguida

Publicado em 15 de novembro de 2022, em Acidentes

A própria mãe encontra seu filho caído no pátio do conjunto habitacional.

Conjunto habitacional onde ocorreu a queda do menino (ATV)

Por volta das 23h20 de domingo (13), um menino de 4 anos que morava no 10.º andar de um apartamento no conjunto habitacional municipal (Shi-ei Jutaku) em Bancho, cidade de Hachinohe (Aomori), foi encontrado caído no chão, com sangue por toda a cabeça, por sua mãe e um policial do posto (koban).

Publicidade

Eles logo chamaram o 119 e o menino foi transportado de ambulância para o hospital, mas o óbito foi confirmado cerca de 1 hora depois, por causa da forte lesão craniana.

Segundo a polícia, o menino morava com a mãe. Ela o deixou sozinho para ir descartar o lixo no térreo e quando voltou, a porta estava trancada, por isso, foi buscar ajuda no posto policial próximo.

Ao chegarem nas imediações do prédio, encontraram o menino caído no pátio

Segundo a polícia, o menino deve ter trancado a porta de entrada e destravado a porta de saída para a varanda, a qual estava aberta. Havia uma cadeira, com assento tem 45cm de altura, a qual deve ter sido arrastada para a varanda.   

Com base na situação do local, a polícia calcula que o menino tenha escalado a proteção de 1,24 metro, usando a cadeira, e caiu acidentalmente do 10.º andar.  

Flores oferecidas para o menino, no local onde foi encontrado (ATV)

Fontes: NHK, FNN e ATV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros