Míssil intercontinental de Putin é capaz de transportar ogivas nucleares

Foi o que anunciou o presidente russo, dizendo que poderá usá-lo no combate, em breve.

Lançamento de um ICBM (imagem de arquivo, de abril, da NHK)

O presidente russo, Vladimir Putin, disse que em breve terá um míssil balístico intercontinental (ICBM) que pode carregar várias ogivas nucleares.

Publicidade

Parece que o objetivo é controlar a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e os Estados Unidos, que continuam a fornecer apoio militar para a Ucrânia.

Vladimir Putin fez um discurso em uma reunião do Ministério da Defesa em Moscou, capital da Rússia, na quarta-feira (21), afirmando que “vamos manter e melhorar nossa postura estratégica de guerra nuclear. Isso servirá como garantia para manter o equilíbrio de poder”. Enfatizou que está promovendo o aperfeiçoamento das forças nucleares.

Ele disse que a Rússia manterá e melhorará a prontidão de combate da força nuclear estratégica. Justificou que será uma garantia para manter a soberania e a integridade territorial do país, bem como o equilíbrio de poder global.

Vladimir Putin na reunião, às 21h no horário de Tóquio, na quarta-feira (NHK)

A agência de notícias estatal Tass citou Putin dizendo que os ICBMs Sarmat “em breve, e pela primeira vez assumirão o alerta de combate “.

Ele acrescentou que mísseis de cruzeiro hipersônicos Zircon serão implantados em uma fragata em janeiro.

Fonte: NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Outra nevasca nas províncias banhadas pelo Mar do Japão

Publicado em 22 de dezembro de 2022, em Tempo

Para evitar paralisações no tráfego, o governo pede evitar sair sem necessidade nos locais onde vem outra nevasca. Veja o quadro da previsão.

Imagem ilustrativa de neve acumulada na beira da estrada (Wikimedia)

Segundo a Agência de Meteorologia do Japão (AMJ), a previsão é de nevasca intensa entre quinta-feira (22) até segunda-feira (26), principalmente no norte do país e nas províncias banhadas pelo Mar do Japão, incluindo uma parte de Kyushu.

Publicidade

Essa pressão atmosférica de inverno traz junto fortes ventos e quanto pior fica, mais deverá nevar. Como se trata de previsão meteorológica, as condições podem mudar, por isso, recomenda-se ficar atento às previsões locais. 

As províncias do lado do Oceano Pacífico poderão não ter neve, mas a temperatura cai bastante.

A recomendação da AMJ e do Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo é evitar sair sem necessidade para que não fique preso no engarrafamento como ocorreu em diversas rodovias em Niigata. 

A previsão é de até 60cm de acúmulo de neve na região Chugoku e até 50cm em Hokkaido e Hokuriku, nas 24 horas até a manhã de sexta-feira (23).

A situação tende a piorar até sábado (24), com ventos fortes de até 23m/s e rajadas de até 30 a 35m/s.

Como a nevasca pode se prolongar, é importante fazer a remoção do acúmulo em casa, do uso de pneus adequados no carro e evitar sair sem necessidade ou mudar a agenda para preservar a segurança.

Nas próximas 72 horas há locais onde é esperada a queda de neve nos locais onde ainda não teve, como em parte das províncias de Shizuoka, Aichi, Gifu, Shiga, Mie ou Hyogo. 

O Natal promete ser bem frio, com temperaturas mais baixas do que a média. 

Veja a queda da neve no Japão em tempo real e a previsão até 72h (toque aqui).

Previsão do tempo até 28, quarta-feira (Yahoo!)

Fontes: AMJ, NHK e Yahoo!

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros