Ataques de ursos em áreas residenciais aumentam no Japão

Projeto piloto para conter ataques de urso em áreas residenciais tem início.

Um urso na área do Monte Norikura, entre as províncias de Gifu e Nagano (Wikimedia Commons/Alpsdake)

Como ataques de ursos em áreas residenciais estão aumentando em várias partes do país, o Ministério do Meio Ambiente lançou um projeto piloto para promover contramedidas em 6 províncias, incluindo Iwate, onde muitos casos do tipo são relatados.

Publicidade

No projeto, sistemas de ligação entre governos locais, forças da polícia e outras organizações relevantes serão estabilizadas dentro de 3 anos, e pessoal para conter e capturar ursos serão treinados.

O ministério vai despachar especialistas na primavera ou depois para dar suporte a esses esforços de governos locais.

De acordo com o ministério, o número de encontros com ursos está aumentando, com aproximadamente 4,8 mil no ano fiscal de 2009 para mais de 20 mil no de 2020.

Residentes foram feridos em 143 casos, com 156 pessoas feridas e 2 mortos no ano fiscal de 2020.

Dentre eles, 53 casos, ou cerca de 40%, ocorreram em assentamentos humanos ou áreas urbanas e terreno agrícola.

O ministério cita colheita pobre de um tipo de noz e outras fontes de comida devido a clima inapropriado para a época do ano como razões para o aumento nos encontros com ursos.

Esses animais estão aparecendo mais frequentemente em lugares perto de assentamento humanos, desfocando a linha entre habitas humanos e de ursos.

A fim de acelerar contramedidas, o ministério lançou um projeto piloto em novembro em 6 províncias, Hokkaido, Iwate, Niigata, Nagano, Fukui e Nara.

“A distância entre humanos e ursos está se tornando mais próxima”, disse um funcionário do ministério.

“Através do programa piloto, gostaríamos de estabilizar medidas que podem ser usadas como exemplos para outros municípios por toda a nação”.

Fonte: Yomiuri

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Você gosta de fofoca?

Publicado em 27 de janeiro de 2023, em Kamila Lima

Este é um assunto muito praticado mas que quase não se comenta sobre os malefícios. Que tal dar uma lida para reflexão?

Imagem ilustrativa de pessoa triste por causa de 2 fazendo fofoca (Pexels)

Olá, como está sendo seu primeiro mês de 2023?

Publicidade

Os primeiros dias foram de empolgação, passeios e reuniões com familiares e amigos?  Ou aproveitou os dias de folga e descansou?  

Teve a certeza que esse ano será o melhor ano de sua vida? Ou nem parou para pensar nisso?

Passei esses dias pensando em como levar à você querida leitora e querido leitor um material de valor, que conseguisse agregar em sua vida informações , ideias e a troca de opiniões e experiência.

Há espaço para todos aqueles que, com respeito opinem, compartilhem e também discordem.

A maioria de nós, vivemos dias corridos, trabalho, estudos, afazeres domésticos, cuidados com a saúde e as contas que sempre chegam. Parece que 24 horas é pouco e então resolvi escrever sobre o que faz parte da vida e que muitos não se dão conta, e de outras que podem se tornar um bem ou um mal na vida de alguém.

Então hoje gostaria de conversar sobre a fofoca.

A fofoca é com certeza um grande mal que existe, como conta a história, desde os egípcios e quem sabe muito antes disso. Essa prática faz mal à quem é o alvo da fofoca, mas faz muito mais mal para quem a pratica. 

Há pessoas que não conseguem viver sem uma “fofoquinha” e isso deveria ser repensado. 

Pessoas que usam dessa forma para se comunicar vivem os dias atribulados, não conseguindo cuidar de seus próprios problemas e afazeres por prestarem muita mais atenção na vida de outras pessoas.

Energia maléfica da fofoca

A energia ruim que fica sendo cocriada ao redor é exaustiva e sugadora; e o indivíduo que passa a conviver com isso fragiliza sua saúde física e mental

Fisicamente pode ter muitos problemas de estômago, também acontece de ter sempre o hálito ruim – é o famoso bafo de onça – e muitos problemas dentários podem aparecer também.

Mentalmente isso pode se tornar um vício e não conseguir passar um dia sem procurar alguma estória para “comunicar”. 

Sim, o indivíduo que chega a esse estágio acredita profundamente que isso é o normal falar sobre alguém ou algo que não se tem certeza de nada mas toma aquilo como verdade sem nem ter questionado nada e conclui. 

Pensa que criar um mal-entendido entre as pessoas não é de responsabilidade sua, são as outras partes envolvidas que estão erradas.

Uma verdade é que todos acabam sabendo quem e onde existe um fofoqueiro(a), e isso torna o indivíduo muitas vezes afastado do convívio.

O autoconhecimento traz mais luz e percepção e acabamos compreendendo que para se viver em harmonia, criando e vivendo momentos agradáveis e felizes com plena saúde é necessário respeitar a si e aos demais.

3 peneiras

Caso um dia fique em dúvida se o que vai contar a alguém é fofoca ou não, faça essas perguntas que um dia o filósofo Sócrates fez a um amigo que queria contar algo que ouviu:

Perguntou ao amigo:

  • Isso que você vai me contar já passou pelo “crivo das três peneiras”?
  • A primeira peneira é a verdade. Tem certeza que o que vai me contar é absolutamente verdadeiro?
  • A segunda peneira é a bondade. O que vai me contar gostaria que os outros também dissessem a seu respeito?
  • A terceira peneira é a necessidade. Você acha mesmo necessário me contar esse fato ou passá-lo adiante? Resolve alguma coisa? Ajuda alguém? Melhora alguma coisa? 

Nesse caso, com as respostas dadas, concluíram que aquilo era uma fofoca e não teria um resultado positivo para nada.

E agora, o que achou? 

Já comentei em matéria anteriores, de acordo com a astrologia, numerologia, espiritualistas e estudiosos que 2023 vai ser o ano de muitas mudanças profundas e começarmos a pensar, estudar e trabalhar mais o nosso lado espiritual independente de religião, vai nos levar ao um nível de consciência universal. 

E quero e tenho certeza que você também quer um mundo melhor para todos.

Que a Luz nos guie e o Céu nos proteja!!!!

Vamos juntos!!!! Abraços.

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!