Japonesa gastou apenas ¥200 por dia com comida para comprar 3 casas até os 34 anos

Japonesa conseguiu comprar 3 casas após 16 anos de vida extremamente regrada, incluindo não gastar mais de 200 ienes em comida diariamente.

Ilustrativa (banco de imagens)

Quando estamos na adolescência, a maioria de nós provavelmente tentou economizar dinheiro para comprar um par de tênis novo ou ingressos para algum show.

Publicidade

Para uma mulher no Japão, entretanto, sua meta foi muito mais ambiciosa: ter 3 casas até quando ela completasse 34 anos de idade. E ela teve êxito.

Em maio de 2019, Saki Tamogami comprou sua terceira propriedade aos 34 anos, cumprindo seu sonho de quando era mais jovem.

Ela teria feito isso ao viver de forma extremamente regrada, incluindo usar apenas roupas de segunda mão e gastar apenas ¥200 em suas refeições diárias.

Ela comprou sua primeira casa aos 27 anos

De acordo com o site SET News, quando Tamogami tinha 18 anos, ela estava determinada a comprar 3 casas até a idade de 34.

Uma reportagem no Japão divulga que ela conseguiu comprar sua primeira propriedade por cerca de ¥10 milhões, quando ela tinha 27 anos.

Aos 29, ela garantiu sua segunda casa por ¥18 milhões. Então aos 34 ela alcançou sua meta após desembolsar ¥27 milhões em sua terceira propriedade.

Agora ela tem uma renda ao receber aluguéis de seus inquilinos em suas 3 casas.

Ela gastou não mais que ¥200 em comida diariamente

Em uma entrevista a um programa de variedade japonês, Tamogami revelou como ela conseguiu economizar para comprar tantas casas em um período de tempo tão curto.

Desde quando ela tinha 18 anos, ela gastava não mais que ¥200 em comida diariamente.

Ela fez isso ao comer principalmente udon com vegetais e comprar todos os ingredientes com desconto. Os ingredientes para cada refeição não custavam mais de ¥50.

Além disso, Tamogami evitou gastar dinheiro com roupas novas e usava as de segunda mão.

Ela até cortou e vendeu seus cabelos por ¥3,1 mil ienes.

Como já esperado, Tamogami admitiu que ela é muito rigorosa quando se fala em registrar seus gastos, então ela sabe exatamente onde todo seu dinheiro é usado.

Quis comprar casa por causa de gatos de rua

Aparentemente, há uma razão comovente por trás das motivações de Tamogami de ter tantas propriedades.

Ela disse que uma vez adotou um gato de rua que a acompanhou pelo período difícil de sua vida, divulgou o site Mirror Media.

Como resultado, ela sonhava em abrir seu próprio cat café para que mais felinos pudessem ser adotados. Esse sonho também foi possível e ela abriu um estabelecimento do tipo no primeiro andar de sua terceira casa.

Todos os gatos residentes são animais resgatados das ruas.

Fonte: Must Share News

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Misterioso cardume em cidade de Aichi

Publicado em 9 de janeiro de 2023, em Sociedade

Um japonês gravou imagens de um cardume impressionante nas águas de um porto e quis saber do que se tratava.

Cardume em um porto de Aichi (ANN)

Um telespectador da ANN enviou imagens e depoimento de algo que lhe chamou a atenção na véspera de Ano Novo, o que se transformou em notícia publicada na sexta-feira (6).

Publicidade

Segundo o japonês, ele que costuma ir ao porto da cidade de Minamichita (Aichi), foi surpreendido com um fenômeno nunca visto antes. Um grande cardume se movimentava rapidamente pelas águas do porto e ele gravou um vídeo.

“Fiquei surpreso. Foi a primeira vez na minha vida. Nunca tinha visto nada igual antes. Tive a impressão de que havia centenas de milhares de peixes“, declarou.

O cardume se espalhava por cerca de 50 metros de largura, e contou que esse estado continuou por mais de uma hora. A produção da ANN ficou intrigada para saber que tipo de peixe é esse e por que apareceu em tão grande quantidade.  

Consultou o japonês Haruyuki Ikuta do Hekinan Seaside Aquarium, na cidade homônima em Aichi.

“Esse cardume misterioso parece ser um de tainhas (Mugil cephalus), pela forma como se agrupa e nada. Quanto ao motivo dessas tainhas aparecerem em grande quantidade é possível que tenham ido buscar água mais quente, ou seja, em um local mais raso como no porto, onde o sol esquenta o local. Além disso, esse local é rico em algas, que servem de alimento”, explicou.

Fonte: ANN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros