Relógio do juízo final mostra o quão perto estamos da aniquilação total

A ideia do Doomsday Clock, ou Relógio do Juízo Final, começou em 1947 para alertar a humanidade sobre os perigos de uma guerra nuclear.

A ideia começou em 1947 para alertar a humanidade sobre os perigos de uma guerra nuclear (The Bulletin)

Os ponteiros do simbólico Doomsday Clock (Relógio do Juízo Final) se aproximaram mais perto do que nunca da meia-noite, declarando a humanidade perigosamente perto da catástrofe.

Publicidade

O relógio, definido a 90 segundos para a meia-noite, marca o quão perto nosso Planeta está da completa aniquilação devido às ações do homem.

O Boletim de Cientistas Atômicos (BAS) disse que os ponteiros do relógio foram movidos, em grande parte, devido à guerra na Ucrânia.

A ideia começou em 1947 para alertar a humanidade sobre os perigos de uma guerra nuclear.

Os ponteiros do relógio são movidos para mais perto ou mais longe da meia-noite baseados da leitura dos cientistas de ameaças existenciais em uma época particular. A meia-noite marca o ponto teórico da aniquilação.

A decisão é tomada pelo conselho de ciência e segurança do BAS, que inclui 13 laureados do Nobel. Neste ano, o anúncio foi disponibilizado em ucraniano e russo, assim como em inglês, devido à guerra na Ucrânia.

O conselho estabeleceu que a guerra levantou questões profundas sobre como as nações interagem, assim como uma aparente queda na conduta internacional.

As outras ameaças mencionadas neste ano incluem mudança climática, ameaças biológicas e interrupção de tecnologias.

E como o mundo ainda vivencia um golpe da covid-19, o conselho disse que líderes mundiais precisarão continuar a identificar e endereçar riscos biológicos, se a origem é natural, acidental ou intencional.

Em 2020, os ponteiros do relógio foram movidos 100 segundos mais perto da meia-noite. Nos anos seguintes, em 2021 e 2022, ficaram no mesmo lugar.

O mais perto que os ponteiros já chegaram perto da meia-noite foi a 17 segundos, logo após o fim da Guerra Fria.

Rachel Bronson, CEO do BAS, disse que embora os humanos tenham criado esses problemas, o conselho acredita que eles podem reduzir os riscos com engajamento global.

Fonte: BBC

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Terremoto de magnitude 4,9 abala Fukushima e região

Publicado em 25 de janeiro de 2023, em Tempo

Além da onda de frio que sobrecarrega a população, ocorreu um terremoto, causando susto nas pessoas da região.

O X vermelho é o local do epicentro do terremoto de quarta-feira (Yahoo!)

Segundo informações da Agência de Meteorologia do Japão (AMJ), ocorreu um terremoto de magnitude 4,9, às 10h01 de quarta-feira (25), com epicentro na costa da província de Fukushima, a 50 quilômetros de profundidade.

Publicidade

Esse terremoto causou abalos em ampla área da região Tohoku, mas também nas províncias Ibaraki e Tochigi.

Tremor de intensidade 4:

  • Ishinomaki (Miyagi)
  • Soma e Namie (Fukushima)

Abalo de intensidade 3:

  • Kakuda, Iwanuma, Tome, Higashi Matsushima, Osaka, Zao, Shibata, Kawasaki-cho, Watari-cho, Yamamoto-cho e Wakuya-cho, todas em Miyagi 
  • Iwaki, Nihonmatsu, Tamura, Minamisoma, Date, Koori, Kunimi, Kawamata, Hirono, Naraha, Okuma, Futaba, Shinchi e vila de Iitate, todas em Fukushima

Algumas cidades das províncias de Iwate, Miyagi, Yamagata, Fukushima, Ibaraki e Tochigi tiveram abalos de intensidade 2.

Esse terremoto não gerou alerta de tsunami.

Fontes: AMJ e Yahoo!

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros