Rússia ordena cessar-fogo durante Natal ortodoxo

Putin ordenou um cessar-fogo de 36 horas na Ucrânia durante o Natal ortodoxo, uma ação rejeitada rapidamente por Kiev.

Mapa mostra o território da Rússia em vermelho e o da Ucrânia em amarelo (banco de imagens)

O presidente russo Vladimir Putin ordenou na quinta-feira (5) um cessar-fogo de 36 horas na Ucrânia durante o Natal ortodoxo, uma ação rejeitada rapidamente por Kiev e seus aliados.

Publicidade

A diretiva de Putin para suas tropas foi anunciada dias após Moscou ter sofrido sua perda mais mortal reportada da invasão, e apoiadores da Ucrânia terem prometido enviar veículos armados e uma segunda bateria de defesa aérea Patriot para ajudar Kiev.

Ambas as nações celebram o Natal ortodoxo e a ordem do líder russo ocorreu após pedidos de cessar-fogo do presidente turco Recep Tayyip Erdoğan e do líder espiritual Patriarca Cririlo, um fiel apoiador de Putin.

O cessar-fogo deve durar entre o meio-dia desta sexta-feira e o fim de sábado (7), disse o Kremlin.

Kiev rapidamente denunciou a medida.

A Rússia “deve deixar os territórios ocupados, apenas então ela terá uma trégua temporária”, escreveu o conselheiro presidencial ucraniano Mykhailo Podolyak no Twitter. “Mantenha a hipocrisia para você mesmo”.

Desde o início da invasão em 24 de fevereiro de 2022, a Rússia ocupou partes do leste e sul da Ucrânia, mas Kiev recuperou faixas de seu território e, nesta semana, afirmou um ataque de Ano Novo que matou vários soldados de Moscou.

A notícia sobre a ordem de cessar-fogo de Putin ocorreu quando a Alemanha e EUA prometeram fornecer auxílio militar adicional para Kiev, com Joe Biden dizendo que o equipamento prometido vem em um “ponto crítico” na guerra.

Fonte: Channel News Asia

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Polícia homenageia filipina e japonês pelas atitudes para salvar um menino pequeno

Publicado em 6 de janeiro de 2023, em Sociedade

A filipina viu uma criança pequena perdida quando dirigia. Parou o carro, socorreu o menino e encontrou um modo de chamar a polícia.

Filipina e japonês homenageados pela polícia (Asahi)

Uma mãe de quatro filhos e um japonês receberam um diploma de agradecimento da polícia por terem ajudado uma criança perdida que ela encontrou acidentalmente.

Publicidade

Antes da 1h da manhã do dia 9 de novembro do ano passado, a filipina Mary Jane Mariano Tsunoda, 49, estava dirigindo por Kasuga (Fukuoka), quando notou um menino pequeno.

Ele estava sozinho e chorando. Ela parou o carro, o chamou e ele foi em sua direção. Pegou um cobertor que tinha no carro e o enrolou para aquecê-lo.  

Procurou pelo seu smartphone e se deu conta de que o esqueceu em casa. Aí ouviu uma voz que vinha das imediações e foi falar com a pessoa. Era o japonês 石田裕哉, 19 anos, um bombeiro. Pediu a ele para ligar para o 110

A polícia foi até o local, levou o menino e o devolveu em segurança para seus pais. Depois, soube que tinha apenas 2 anos de idade e, enquanto a mãe cochilava, ele destrancou a porta e saiu sozinho.

Mary Jane veio das Filipinas há quase 30 anos e tem uma família com 4 filhos. “Fiquei aliviada quando soube que pode voltar para a mãe dele”, contou.

Fonte: Asahi 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros