Sexta-feira: 82 mil novos casos de coronavírus no Japão

Todas as províncias tiveram queda de novos casos de infecção, ficando na faixa de 64% a menos do que na semana anterior.

SARS-CoV-2 (CDC)

O Japão teve 82.614 testados positivo para o novo coronavírus na sexta-feira (20), aumentando a soma cumulativa para 31.901.924 pessoas infectadas nesta epidemia.

Publicidade

Nos aeroportos foram 26 passageiros, totalizando 23.446 nesta epidemia.

As províncias com o maior número de brasileiros e com os maiores totais do dia são as abaixo.

  1. Aichi: 5.647
  2. Kanagawa: 4.396
  3. Saitama: 3.777
  4. Shizuoka: 3.615
  5. Mie: 2.096

São 673 pacientes em estado grave, em tratamento da covid no país, tanto na UTI quanto necessitando de ventilação mecânica, 8 a menos do que no dia anterior.

O dia teve 425 óbitos pela covid, elevando a soma cumulativa para 64.645 mortes nesta epidemia.

Quem é mais suscetível ao óbito

O professor Kazuhiro Tateda, da Universidade de Toho, também membro do subcomitê do governo, considera que o pico da 8.ª onda da infecção tenha passado e que os casos deverão diminuir.

Mas, disse que é necessário ficar atento e observar se essa queda poderá ser mantida.

“Nos Estados Unidos, uma das subvariantes da ômicron, a XBB é a que mais causa infecção e há um temor que ela possa substituir as demais no Japão também”, apontou.

Além disso, “a maioria dos óbitos são de idosos, pessoas com comorbidades e as que não foram vacinadas”, alertou. Por isso, é importante tomar vacina.

Infográfico: NHK

Fontes: MHLW e NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Governo japonês quer rebaixar a categoria da infecção do coronavírus no mesmo nível de outras como a influenza

Publicado em 20 de janeiro de 2023, em Sociedade

Se isso acontecer, algumas coisas poderão mudar, como os custos hospitalares e as vacinas passarão a ser particulares.

Vacina contra o novo coronavírus (Wikimedia)

Na sexta-feira (20) o primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, consultou os ministros relevantes sobre a revisão da posição da epidemia do novo coronavírus sob a Lei de Controle de Doenças Infecciosas e os instruiu a revisar levando em consideração reduzir da categoria de 2 para a classe 5, equivalente à gripe sazonal como a influenza, nesta primavera.

Publicidade

“Em princípio, gostaria que os especialistas discutissem na direção de torná-la uma doença infecciosa de categoria 5 nesta primavera”.

Além disso, “também revisaremos a forma do controle de infecção, incluindo o uso da máscara”. Atualmente as pessoas devem continuar usando máscara nos ambientes fechados. Nos locais ao ar livre, onde não há aglomeração, o uso foi dispensado.

Por outro lado, as despesas bancadas pelo país, como as médicas, continuarão por enquanto e, no futuro, serão “deslocadas em etapas” para redução.

Em particular, pediu à população que continue se vacinando e que as vacinas também serão desbancadas pelo governo gradativamente, mas não especificou a época. Ou seja, há possibilidade de que as atuais vacinas contra o coronavírus e sua variante possam ser como as contra a influenza, pagas pelas pessoas interessadas.

Fontes: JNN e NTV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros