Aichi: conheça Takeshima, uma pequena ilha que vale a pena visitar

Na cidade de Gamagori (Aichi) há um pequeno ponto turístico que é encantador e vale a pena visitar!

Vista da ilha (à direita) e o portal de entrada no fim da ponte de acesso (Portal Mie).

Vista da ilha (à direita) e o portal de entrada no fim da ponte de acesso (Portal Mie).

Na cidade de Gamagori (Aichi) há uma bela ilha bem próxima a costa que vale a pena visitar! Para chegar em Takeshima é preciso cruzar uma ponte muito bonita de 387 metros de comprimento, e a tradição diz que a ponte traz sorte para os casais, então a recomendação é para eles atravessarem de mãos dadas.

Publicidade

A ilha foi designada como monumento natural em 1930.

Caminhos ao redor da ilha para passear (Portal Mie)

Pequenas gaivotas, conhecidas como guincho-comum e outras aves migratórias da Sibéria (Rússia) vêm até a ilha durante o inverno.

A ilha tem uma circunferência de apenas 630 metros. A vegetação natural do local foi preservada e é completamente diferente da encontrada na costa oposta, com plantas como o suhochiku, um tipo de bambu (take em japonês) de onde o nome da ilha foi tirado, além do kagonoki, do sakakikazura e do kinokunisuge.

O Santuário Yaotomi fica no alto da ilha, e diz a tradição que traz boa sorte aos casais.

O Santuário Yaotomi fica no alto da ilha, e diz a tradição que traz boa sorte aos casais.

No centro da ilha está o Yaotomi Shrine, que está incluído na lista dos sete santuários Benzaiten no Japão. Dizem que o santuário foi fundado por Fujiwara no Shunzei no ano de 1181, e é muito conhecido por consagrar a deusa da sorte, do parto facilitado e casamento. A única construção em Takeshima é este santuário e não há casas.

Na ilha há diversos pontos para fotos belíssimas! (Portal Mie)

Embora seja pequena, a ilha é relaxante, onde os visitantes podem contemplar a bela natureza ao redor.

Takeshima (竹島)

  • Há estacionamento pago
  • Site: gamagori.jp (toque para abrir, em japonês)
  • Estação de trem próxima, veja aqui
  • Localização: toque aqui para abrir o mapa ou veja no fim da página.

Veja mais fotos do local na galeria:

Clique na imagem para expandir

Veja a localização de Takeshima no mapa abaixo:

Fonte: JNTO
Imagens: PM

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Desaparecimento do helicóptero da GSDF continua sendo um mistério

Publicado em 11 de abril de 2023, em Sociedade

Desde a semana anterior as redes sociais foram inundadas de posts especulando que o helicóptero teria sido abatido.

Guarda Costeira, Marinha e pescadores fazem busca dos tripulantes do helicóptero desaparecido desde 6 de abril (ANN)

Em relação ao intrigante desaparecimento do helicóptero UH60 JA da Força Terrestre de Autodefesa do Japão (GSDF), pertencente ao 8.º Esquadrão, de Kumamoto, na semana anterior, em 6 de abril, os 10 tripulantes ainda não foram encontrados e as buscas continuam usando todos os recursos, incluindo mergulhadores e submarinos.

Publicidade

Até terça-feira (11) foram encontradas algumas partes do helicóptero, um capacete, um barco inflável dobrado, mas mesmo usando sondas, nenhum dos integrantes da GSDG ainda não foram localizados. Esses objetos materiais foram encontrados todos espalhados em uma vasta área. 

Desde segunda-feira os pescadores de Miyako (Okinawa) também se integraram às equipes de busca.

Testemunha gravou vídeo do helicóptero

Um americano de Miyako ouviu o som de um helicóptero e relatou que “como parecia ser militar, gravei um vídeo com meu smartphone”. Pelo registro foi exatamente 3 minutos antes da aeronave desaparecer do radar e a testemunha disse que voava regularmente, sem nenhum ruído estranho.

A torre de controle do aeroporto de Shimoji, em Miyako, trocou mensagens com o piloto, o qual informou que em breve faria o pouso.

Um dos pescadores de Miyako se integrou às equipes de busca dos desaparecidos (ANN)

Especulação de ter sido abatido pelos chineses

Desde a semana anterior, nas redes sociais as pessoas comentam que se havia navio da marinha chinesa nas águas do sul do Japão, no dia 6, além de uma fragata ter sido confirmada, o helicóptero poderia ter sido abatido.

Como ainda é um mistério o desaparecimento, o jornal Mainichi entrevistou fontes do Ministério da Defesa do Japão (MOD) sobre essa especulação.   

“Estamos monitorando os movimentos dos militares chineses nas águas e no espaço aéreo em todo o nosso país 24 horas por dia”, respondeu a fonte.

“A hora em que foram vistos é significativamente diferente da hora em que ocorreu o acidente. Até agora, não confirmamos nenhuma conexão”, complementou a fonte. 

…não há possibilidade de um ataque com míssil.

O jornal Asahi também entrevistou suas fontes. Nenhuma aeronave de nacionalidade desconhecida, incluindo caças capazes de lançar mísseis e drones capazes de atingir helicópteros, foi confirmada para se aproximar do espaço aéreo do Japão. Se um míssil fosse lançado de fora do país, seria detectado pelo radar, mas o projétil também não foi detectado. Por essas razões, foi determinado que não há possibilidade de um ataque com míssil.

Segundo a fonte do MOD, mesmo que as ondas de rádio tenham sido direcionadas para a aeronave, a influência se espalha por uma ampla área ao redor do helicóptero, sendo possível evitar anormalidades como ruídos no radar da torre de controle e interrupções na comunicação.

Portanto, ao que parece, essa suspeita de ataque não passa de especulação.

Fontes: Mainichi, Asahi e ANN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!