Dez milhões de ienes: verba dos turistas estrangeiros ricos para uma semana no Japão

Muitos dos turistas estrangeiros ricos entrevistados não se importam com o valor a ser gasto pois reconhecem o valor, por isso pagam 200 mil em uma conta no restaurante de sushi.

Foto meramente ilustrativa de muitas cédulas de 100 dólares (Torange)

Para atender à demanda dos estrangeiros ricos que visitam o Japão, continuam sendo construídos hotéis de luxo em Tóquio. Mas, os que são favorecidos por eles não são só as redes hoteleiras. As lojas de artigos de luxo e os restaurantes também.

Publicidade

A reportagem da NTV saiu às ruas de Tóquio para entrevistar esses turistas estrangeiros ricos. Um empresário de Singapura disse que o seu orçamento para passar uma semana com sua família é de 10 milhões de ienes.

A famosa marca italiana Bulgari inaugurou um hotel de luxo em Tóquio (NTV)

Ele não usa carteira pois as cédulas de 10 mil ienes são empacotadas com elástico de borracha. A hospedagem da sua família é em apartamentos chamados de sweet room, os mais caros dos hotéis de luxo

Uma família americana, casal e filha, também se hospeda em sweet room, e para isso pagou 5,5 mil dólares, o equivalente a 800 mil ienes. Um turista iraniano rico disse que sua verba para 5 dias é de 15 mil dólares, ou 2,1 milhões de ienes, sendo que desse valor 700 mil ienes são para os restaurantes

Diária do deluxe suite do Bulgari Hotel custa a partir de 250 mil ienes por dia (NTV)

Já um turista francês que estava em Shinjuku, viajando sozinho, disse que sua verba para gastar no Japão é de 3 milhões de ienes. Ele se hospedou na melhor suíte do Bellustar, recém-inaugurado, para conhecê-lo, já que é dono de uma empresa de turismo no seu país. Um pernoite na deluxe suite custa a partir de 193.542 ienes.

Conta de 200 mil ienes no restaurante 

Um desses tradicionais, com mais de 120 anos de fundação, especializado em sukiyaki, só usa Matsusaka gyu, ou carne de luxo da cidade homônima de Mie.

Sukiyaki com Matsusaka gyu, carne de luxo (NTV)

Diferente dos convencionais, esse tem um funcionário exclusivo para cada mesa, a fim de preparar e servir essa delícia típica japonesa. Uma família de turistas da China, de 3 pessoas, pagou uma conta de ¥56.628. “Não pensamos em orçamento”, disse uma delas.

Em um outro refinado restaurante de sushi, o chinês, acompanhado da esposa, gastou 60 mil ienes. 

Turista de Singapura com um maço de 10 mil ienes para pagar a conta de quase ¥200 mil no restaurante (NTV)

No outro, situado em Minato-ku, há somente 9 assentos no balcão e o preço é de 38.280 ienes por pessoa. Os turistas estrangeiros ricos fazem reservas antecipadamente para degustar uma experiência incrível, do melhor do sushi. Um casal com duas filhas, de Shanghai, gastou ¥197.720, incluindo as bebidas igualmente refinadas como sakê e shochu. “Não pensamos no orçamento, pois sabemos que tudo o que é servido tem valor”, disse a esposa.

O mundo dos turistas estrangeiros ricos é bem diferente, sem limites para gastar durante o turismo no Japão, servindo-se do que há de melhor dos considerados excelentes hotéis e restaurantes.

Fonte: NTV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Drone militar para vigilância marítima em teste no Japão

Publicado em 23 de junho de 2023, em Tecnologia

A Força Marítima de Autodefesa apresentou o drone de uso militar para vigilância das águas territoriais japonesas.

Drone Sea Guardian da Força Marítima de Autodefesa do Japão (FNN)

A Força Marítima de Autodefesa do Japão (JMSDF) apresentou pela primeira vez à imprensa, na quarta-feira (21), o grande veículo aéreo não tripulado Sea Guardian, na Base Aérea de Hachinohe, cidade homônima (Aomori), o qual está sendo operado experimentalmente desde maio.

Publicidade

A JMSDF fortalece a postura de vigilância porque a presença de navios de guerra da Rússia e da China estão sendo registradas com mais frequência nas águas territoriais.

O drone MQ-9B Sea Guardian é fabricado pela General Atomics, empresa dos Estados Unidos, e tem 11,8 metros de comprimento e 24 metros de largura. Tem autonomia de cerca de 4,3 mil quilômetros e um tempo de voo de 24 horas.   

No dia da apresentação do drone militar Sea Guardian, o tempo de voo foi de 8 horas, monitorando os navios no oceano com câmeras infravermelhas e radares. Depois, pousou na pista da base aérea.

A JMSDF realizará operações de teste por cerca de 2 mil horas até setembro do próximo ano para avaliar o quão bem o drone pode lidar com as missões de alerta e vigilância atualmente realizadas pelas aeronaves tripuladas.  

Sala de controle do drone Sea Guardian (FNN)

Fontes: FNN e Sankei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!