Nova variante da Covid, ‘Pirola’, está se espalhando rapidamente

Atualmente não há evidência de que a BA.2.86, apelidada de Pirola, cause mais doença grave, morte ou hospitalizações.

A nova variante Pirola tem mais de 30 mutações em sua proteína spike (ilustrativa/banco de imagens)

Uma nova variante do coronavírus que se espalha rapidamente soou alarme para especialistas em saúde pública nos EUA em meio a um aumento de casos em todo o país.

Publicidade

Médicos alertaram que a BA.2.86 – chamada não oficialmente de “Pirola” – pode ser causa de preocupação, visto que ela é uma variante que sofreu alta mutação e foi recém-designada, desencadeando um aumento de ocorrências em vários países.

De acordo com um boletim no Yale Medicine na semana passada, a nova variante tem mais de 30 mutações em sua proteína spike – localizada na parte exterior de um coronavírus – que a ajuda a entrar e infectar células humanas.

“Tal número alto de mutações é notável”, disse o Dr. Scott Roberts, especialista em doenças infecciosas.

“Quando fomos da XBB.1.5 (Ômicron) para a EG.5 (Eris), essa talvez foi de uma a duas mutações. “Mas essas mudanças massivas, que também vimos da Delta para a Ômicron, são preocupantes”.

O número alto de mutações poderia significar que a variante pode evadir as respostas imunes do corpo, ocasionadas por infecção ou vacinação.

“Ninguém sabe ao certo, mas estudos estão em andamento”, disse o Dr. Roberts.

O relatório preliminar do Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) sobre a variante BA.2.86 diz que atualmente não há evidência de que a Pirola cause mais doença grave, morte ou hospitalizações.

A variante BA.2.86 foi detectada na Dinamarca, Israel, Canadá, Suécia, Reino Unido e nos EUA.

O fato de que a cepa foi detectada em pelo menos 6 países e esses casos não estão relacionados, “sugere certo grau de transmissão na comunidade (internacional) que não estamos detectando”, explicou o Dr. Roberts.

A grande pergunta é se a BA.2.86 tem o mesmo crescimento exponencial da Ômicron – em termos de números de casos – ou se ela desaparecerá, o que certamente é o que todo mundo quer”, disse ele.

O lado bom, de acordo com o Dr. Roberts, é que “o mundo agora não está tão vulnerável à doença severa ou infecção” da Covid-19 como em 2020 porque há um grau maior de imunidade de rebanho devido ou à vacinação ou infecção passada.

Fonte: The Independent

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Choque entre motos aquáticas no Biwako resulta em morte

Publicado em 4 de setembro de 2023, em Acidentes

Duas motos aquáticas tiveram colisão frontal e o piloto de uma delas morreu.

Foto aérea do Biwako, praia em Omihachan, depois dos acidente com as motos aquáticas (ANN)

Por volta das 12h40 de domingo (3), uma pessoa que viu a colisão entre duas motos aquáticas ligou para o 119 pedindo socorro, no Lago Biwa (Biwako), na praia da cidade de Omihachiman (Shiga). 

Publicidade

Segundo informações da polícia, o choque foi frontal, a cerca de 130 metros da costa.

Uma das embarcações virou e o piloto japonês, 西田伸次, 56, assalariado, residente na cidade de Osaka, morreu no hospital onde foi transportado. 

Segundo o levantamento da polícia, ambos os pilotos viraram o volante para evitar a colisão, mas não conseguiram evitá-la.

O outro, de 44, residente em Ryuo (Shiga), saiu ileso, informou a polícia que investiga detalhadamente a causa desse acidente fatal.

Em 27 de agosto também ocorreu um choque entre duas motos aquáticas no Biwako.

Fontes: MBS, Chunichi, ANN e FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!