Policial processa província por suspeita infundada e ganha a causa

Ele desenvolveu depressão durante o interrogatório como suspeito de furto de 5 munições, sendo obrigado a assinar uma confissão. No entanto, constatou-se que as balas estavam na delegacia.

Foto meramente ilustrativa de ação policial em equipe (Wallpaper Flare)

A juíza do Tribunal Distrital de Nara bateu o martelo para o pagamento de 2,9 milhões de ienes a título de indenização pelos danos causados ao demandante, um policial, na faixa dos 20 anos, da província de Nara.

Publicidade

“Como que para compensar as fracas evidências, lhe foi exigida persistentemente uma confissão”, argumentou a juíza para dar o veredito a favor do policial.

Ele argumentou no processo que acabou desenvolvendo depressão por conta da pressão durante o interrogatório, como suspeito de ter furtado 5 munições da Delegacia de Nara Nishi, em janeiro do ano passado. Ele afirmava persistentemente que não cometeu o furto, mas foi pressionado a confessar um delito que não cometeu.

“A decisão soou como um aviso de que os métodos de investigação policial que enfatizam excessivamente as confissões se tornaram a norma”, disse a defesa do demandante.

No final das contas, as munições não tinham sido furtadas, pois descobriu-se que não foram subtraídas e estavam guardadas nessa delegacia. A causa dessa suspeita foi atribuída à gestão e fiscalização inadequadas.

No processo, o policial pediu uma indenização de 8,2 milhões de ienes contra o governo da província de Nara, pelos danos psicológicos e morais.

Em novembro do ano passado, o representante da província de Nara propôs encerrar o caso com um acordo, o qual foi recusado pelo demandante. Em abril, foi a vez do policial propor um acordo com o governo da província, o qual foi negado, por isso, o julgamento seguiu o curso. 

Fontes: ABC e Mainichi

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Festival com música e fogos de artifício no Yamanaka-ko perto do Monte Fuji

Publicado em 1 de setembro de 2023, em Artigos de Turismo

O Capsule Festival destacará música, camping e fogos de artifício nos dias 22, 23 e 24 setembro de 2023.

O evento será realizado no Yamanaka-ko, o maior dos Cinco Lagos de Fuji (Capsule Festival)

Com eventos de verão chegando ao fim, a província de Yamanashi está dando as boas-vindas ao outono com um novo festival que combina música, camping e fogos de artifício conduzido por pirotécnicos líderes do Japão.

Publicidade

O Capsule Festival destacará uma vista espetacular do ícone mais valioso do Japão, o Monte Fuji, já que o evento será realizado no Yamanaka-ko, o maior dos Cinco Lagos de Fuji.

O festival acontecerá de 22 a 24 de setembro no Lake Lodge Yamanaka e no Yamanaka-ko Communication Plaza Kirara na província de Yamanashi.

Entretanto, as festividades estão concentradas no sábado (23), com grupos de DJs ao vivo em 3 palcos.

A linha destaca DJs japoneses populares incluindo Takkyu Ishino, DJ Krush, Drunken Kong, CYK, Dazzle Drums e muito mais.

Haverá também exibição de fogos de artifício na noite de sábado. Essa apresentação deve lançar 10 mil conchas de fogos, e será possível ver de qualquer lugar do festival.

Mas, certamente, para uma melhor visualização, você poderá reservar um lugar na área do Fireworks Festival Star Mine

Dois ingressos custam ¥18 mil ou ¥37 mil para um grupo de até 5 pessoas. Você também pode optar pela área aberta ao preço de ¥5 mil por pessoa, mas precisará trazer suas próprias cadeiras dobráveis ou tapete. Os ingressos para o hanabi também incluem acesso ao palco principal do festival.

Os ingressos para o Capsule Festival custam ¥7 mil (1 dia), ¥12 mil (2 dias) e ¥15 mil (3 dias).

Para algo mais relaxante, busque a área de sauna e camping. Lá, você poderá apreciar os fogos de artifício em uma área isolada, que oferece tendas e vistas magníficas do Monte Fuji.

Essa área está limitada a 50 grupos de até 5 pessoas. Os ingressos custam de ¥30 mil a 50 mil.

A programação na sexta-feira estão em uma escala menor, com conjuntos de DJs apenas em um ou dois palcos. Algumas áreas incluirão instalações dos coletivos de arte Mirrosbowler e Kanoya Project.

Para mais informações, toque aqui.

Fonte: Time Out

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!