Forte terremoto de Ehime causa feridos e danos materiais em Shikoku

Embora a intensidade sísmica máxima desse forte terremoto tenha sido 6 fraca, as vítimas sofreram ferimentos, mas nenhuma vida foi ceifada. Os danos materiais são grandes.

Queda de rocha na rodovia nacional em Ehime (NHK)

O forte terremoto de magnitude 6,6 com epicentro no Canal de Bungo, entre Ehime e Kyushu, às 23h14 de quarta-feira (17), causou sérios problemas. No total, até 11h de quinta-feira (18), 5 pessoas foram feridas na província de Ehime, uma pessoa na província de Kochi e duas pessoas na província de Oita.

Publicidade

Na quinta-feira, a Shikoku Electric Power anunciou que a produção do gerador da Unidade 3 da Usina Nuclear de Ikata (Ehime), atualmente em operação, diminuiu aproximadamente 2%. Espera-se que a inspeção e a restauração durem cerca de um dia, mas não há impacto de radiação para o exterior.

Galeria comercial com danos (NHK)

De acordo com JR Shikoku vários trechos estão com as operações suspensas. Além disso, segundo o Ministério de Terras, Infraestrutura, Transporte e Turismo (MLIT), um trecho a rodovia nacional 197 na cidade de Ozu (Ehime), foi fechada devido à queda de pedras e o tráfego foi restrito em algumas rodovias provinciais nas províncias de Ehime e Kochi.

Danos nas cidades e nas residências

Casa com a parede comprometida (NHK)

Na manhã de quinta-feira, à luz do dia após o forte terremoto, os governos locais e os bombeiros estão ocupados para verificar os danos e salvar vidas.

Na cidade de Sukumo (Kochi), onde foi observada uma intensidade sísmica máxima de 6 fraca, a prefeitura recebeu relatos de danos, como paredes exteriores e janelas quebradas, de algumas casas. Segundo a prefeitura, não há relatos de feridos no momento, mas um homem de 40 anos foi levado ao hospital após reclamar de hiperventilação. A cidade também solicitou ao Gabinete de Desenvolvimento Regional de Shikoku e outras agências que enviassem caminhões-cisterna, uma vez que foi confirmada água da torneira turva em várias áreas, afetando potencialmente até 60% da cidade.

Não faltam relatos de residentes na cidades de Ehime e Kochi onde os abalos sísmicos foram mais fortes, de telhados caídos, rompimento das tubulações de água, de coisas que caíram dentro de casa, rachaduras no asfalto, postes caídos e outros, pois muitos relatam que o forte tremor e lento durou cerca de 40 segundos. Na loja Lawson na cidade de Ainan, os produtos caíram das prateleiras, incluindo as garrafas de vinho. Em Sukumo (Kochi), por causa da queda de postes, uma parte da cidade teve queda de energia elétrica, além de outros danos.

Parte do cemitério destruído (NHK)

Não há notícia, até o momento, de pessoas desabrigadas ou que buscaram refúgio nos estabelecimentos públicos.

A importância da prevenção ao terremoto

Embora a AMJ tenha informado que esse foi o primeiro grande terremoto depois de 1996, quando a classificação das intensidades sísmicas foi revisada, ao analisar o banco de dados dessa agência, abrangendo mais de 100 anos, foi a primeira vez que as províncias de Ehime e Kochi tiveram um abalo tão forte, segundo a ANN. Portanto, as populações locais foram pegas de surpresa pois nunca tinham passado por essa experiência de desastre.

Como não se pode prever quando e onde acontecerá um terremoto, é importante ter uma mochila ou bolsa com os itens que podem salvar a própria vida e a da família. Por isso, a recomendação é revisar a mochila de emergência (toque aqui para ver o que é preciso).

Veja alguns posts no X.

Situação de uma casa em Uwajima (Ehime).

Tubulação da água estourou.

Fontes: Asahi, JNN, ANN e NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

TikTok é questionado sobre versão que ‘paga’ usuários para assistir a vídeos

Publicado em 18 de abril de 2024, em Tecnologia

Sendo uma versão reduzida da plataforma normal, o recurso Task & Rewards do Lite paga usuários o equivalente a poucos centavos por dia para assistir a vídeos e engajamento no app.

O TikTok Lite foi lançado na França e Espanha nesta semana (ilustrativa/banco de imagens)

O TikTok tem 24 horas para responder à Comissão Europeia sobre uma versão do app a qual paga para que usuários assistam a vídeos. O TikTok Lite foi lançado na França e Espanha nesta semana.

Publicidade

O encarregado europeu Thierry Breton o comparou à ideia de cigarros “light”, perguntando se isso era “viciante e tóxico”.

O TikTok disse em uma declaração que “responderia ao pedido de informação”. Ele diz que atualmente não tem planos de lançar o app Lite em outros países na Europa.

Sendo uma versão reduzida da plataforma normal, o recurso Task & Rewards do Lite paga usuários o equivalente a poucos centavos por dia para assistir a vídeos e engajamento no app.

A Comissão Europeia pediu detalhes ao TikTok sobre a avaliação de risco que ele realizou antes de lançar o recurso.

Suas preocupações estão relacionadas ao impacto sobre as crianças e jovens, saúde mental e vício.

A Comissão diz que ela quer informação “sobre as medidas que a plataforma colocou em vigor para mitigar tais riscos sistêmicos”, e deu um prazo até 26 de abril.

Sob o recurso Task & Rewards, os usuários podem ganhar moedas por “tarefas” como assistir, curtir ou compartilhar vídeos.

De acordo com o TikTok, o período de tela máximo diário elegível para recompensa é de 1 hora, enquanto os usuários não poderão ganhar mais de €1 por dia.

Os usuários também têm que provar são maiores de 18 anos para ganhar as recompensas.

De acordo com o jornal francês Le Monde, que testou o recurso, os usuários podem apenas ganhar recompensas em vídeos sugeridos por feeds algorítmicos e não vídeos os quais eles buscam de forma específica.

“Os usuários não têm escolha”, diz o jornal. “Apenas visualização de conteúdo proposto pelo app é recompensada”.

O programa de recompensas é uma “abordagem completamente diferente” de alcançar a meta da mídia social de manter as pessoas engajadas, de acordo com a Dra. Sarah Hodge, ciberpsicóloga na Bath Spa Univesrity.

Ela acrescentou que as recompensas poderiam ter um grande efeito, apesar de serem pequenas em termos financeiros.

A Lei de Serviços Digitais da UE, que entrou em vigor no ano passado, deu ao bloco mais poder em relação às grandes empresas de tecnologia.

É sob essas novas leis que a Comissão exigiu respostas do TikTok.

Fonte: Yahoo

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - promoção Torcida BB!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!