Gunma quer receber mais estrangeiros e implementa melhorias

Com declínio populacional, o aumento de estrangeiros residindo na província é visto como fator positivo e se prepara para receber mais.

Balcão da Hello Work de Maebashi, em Gunma (NHK)

De acordo com informações do governo da província de Gunma o número de estrangeiros residentes até 1.º do mês passado somou cerca de 66 mil pessoas, um aumento de cerca de 7,4 mil em relação ao mesmo período do ano passado.

Publicidade

As cidades com mais residentes estrangeiros são Isesaki com 14,3 mil, seguida de Ota com 12,9 mil e Oizumi com 7,8 mil pessoas. 

Por outro lado, a população total em 1.º de março é de 1,89 milhão de habitantes, com queda de 11,5 mil em relação ao ano passado. Além do declínio populacional, a baixa taxa de natalidade e o envelhecimento, Gunma continua a melhorar sua capacidade para receber os estrangeiros.  

Em meio à escassez de mão de obra, também começaram iniciativas para ajudar os estrangeiros que vivem na província a encontrar emprego.

A Hello Work de Maebashi montou um balcão dedicado para estudantes internacionais a partir deste mês e já está dando frutos, pois um estudante de Sri Lanka em busca de colocação em tempo parcial recebeu instruções de como preparar um currículo e também foi apresentado aos locais que necessitam arubaito.

A prefeitura da cidade de Isesaki iniciou neste mês a divulgação de informações para os residentes estrangeiros usando a inteligência artificial (IA) para a tradução e locução em vários idiomas, através da Isesaki FM.

Durante 5 minutos, todas as quartas-feiras de manhã, tarde e noite, é feito um rodízio para as informações em inglês, português, vietnamita, espanhol e outros, para divulgar assuntos úteis. O uso da IA vai ajudar também no caso da ocorrência de um desastre.

Essas transmissões também estão disponíveis online para que os estrangeiros possam ouvi-las a qualquer hora. 

Fonte: NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Ex-intérprete de um superastro japonês nos EUA é acusado de fraude de 16 milhões de dólares

Publicado em 12 de abril de 2024, em Notícias do Mundo

O ex-intérprete do jogador de baseball do LA Dodgers, Shohei Ohtani, já trabalhou para vários atletas profissionais nos Estados Unidos e no Japão e está sendo acusado de fraude de US$ 16 milhões.

Ippei Mizuhara, japonês, ex-intérprete do jogador do Dodgers, acusado de desviar US$ 16 milhões da conta dele (NHK)

O ex-intérprete do superastro do baseball, do Los Angeles Dodgers, Shohei Ohtani, está sendo acusado de fraude bancária federal por crimes envolvendo dívidas de jogo e desvio de milhões de dólares do rebatedor japonês, disseram autoridades federais na quinta-feira (11), no horário de LA e de madrugada de sexta-feira (12) no Japão.

Publicidade

Escândalo no meio do baseball e traição da amizade

O japonês Ippei Mizuhara serviu como intérprete de Ohtani depois que ele foi aos EUA para jogar pelo Los Angeles Angels em 2018. Os dois se tornaram amigos íntimos, além de sua relação de trabalho. Depois que o jogador foi transferido para o Los Angeles Dodgers, Ippei continuou acompanhando.

Essa notícia foi um escândalo nos Estados Unidos, país que tem o baseball como esporte favorito, pois à medida que a popularidade de Ohtani crescia, a de Ippei Mizuhara também, chegando a ter 417 mil seguidores no seu perfil do Instagram.

Mas agora Mizuhara é visto como ligado a um escândalo de apostas esportivas ilegais que pode manchar a imagem completamente limpa de Ohtani. A autoridade de Los Angeles, durante a coletiva de imprensa, disse que “Ohtani é vítima”.

Fraude bancária de 16 milhões de dólares

De acordo com o procurador dos EUA E. Martin Estrada, o japonês está sendo acusado de fraude bancária por transferir mais de 16 milhões da conta de Ohtani para cobrir dívidas de jogos de azar desportivos. Disse que Ippei ajudou Ohtani na abertura de conta para que pudesse receber seu salário e que teria mentido para o banco para ter acesso a essa conta.

Procurador Estrada em coletiva de imprensa em LA, no horário japonês de 2h30 de sexta-feira (NHK)

“Devido à posição de confiança que ocupava com o  Ohtani, ele foi capaz de ‘usar e abusar’ dela para saquear a conta bancária, disse Estrada. Ele também confirmou que Mizuhara não depositou nenhum ganho desses jogos esportivos ilegais na conta de Ohtani.

Mizuhara foi demitido abruptamente pela equipe depois que o escândalo veio à tona no mês passado, catalisado por uma investigação criminal do IRS sobre uma suposta casa de apostas ilegal. A MLB abriu uma investigação separada.

Pode ser condenado a 30 anos de prisão e o choque de Ohtani

“Mizuhara fez tudo isso para alimentar seu apetite insaciável por apostas esportivas ilegais”, disse Estrada, acrescentando que a denúncia alega que ele cometeu fraude “em grande escala”.

A pena máxima para as acusações que o japonês Mizuhara enfrenta é de 30 anos de prisão.

Para o superastro a notícia deve ter sido um choque, pois em novembro de 2021, quando Ohtani ganhou o MVP da temporada pela primeira vez, agradeceu publicamente o seu amigo e intérprete que o apoiou para superar as dificuldades, dizendo “devo a você, Ippei”.

Fontes: NHK, NBC Los Angeles e The Guardian

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - promoção Torcida BB!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!