Trágico acidente de queda da menina de 3 anos, de um arranha-céu

De acordo com a polícia, a criança pequena caiu da varanda de um apartamento entre o 20.º e 30.º andar.

Arranha-céu de 53 andares (NTV)

Por volta das 18h de terça-feira (16), uma pessoa encontrou uma menina de 3 anos caída nas dependências de um arranha-céu de 53 andares, situado em Naka-ku, cidade de Hiroshima (província homônima), e ligou para o 119.

Publicidade

De acordo com a polícia, a menina caiu perto dos arbustos e foi levada ao hospital inconsciente, mas não resistiu e o óbito foi informado mais tarde. 

Pela circunstância, a polícia vê a ocorrência como queda acidental da menina, da varanda de um dos apartamentos.

Depois de ouvir algumas pessoas relacionadas, soube-se que a menina caiu da varanda de um apartamento que fica entre o 20.º e 30.º andar. O parapeito da varanda chega a altura acima do abdômen de um homem adulto.

Segundo a polícia, a investigação aponta que a criança parecia ter sido deixada sozinha no apartamento. 

O condomínio está localizado em uma área residencial a aproximadamente 2,5 quilômetros a sudoeste da Estação JR Hiroshima. 

Fontes: Asahi Shimbun, NHK e NTV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Ursos entram na lista de aves e animais designados para controle dos ataques históricos

Publicado em 17 de abril de 2024, em Sociedade

Essa decisão significa que os ursos poderão ser controlados pelas capturas, para evitar os ataques a humanos, especialmente em 2023, o pior da história.

Foto ilustrativa de um urso negro asiático (Public Domain Pictures)

Em resposta ao problema das frequentes vítimas humanas causadas pelos ataques de ursos, o Ministério do Meio Ambiente do Japão (ENV) anunciou na terça-feira (16), que esses animais silvestres foram adicionados à lista da fauna e animais designados, cujo número passará a ser controlado pelas capturas sistemáticas ou caça controlada.

Publicidade

Os alvos são o urso-pardo que vive em Hokkaido e o urso negro asiático, visto em todo o país. Porém, esse último não é alvo na região Shikoku pois há risco de extinção.

Os governos de cada província poderão usar os subsídios nacionais para atividades como a captura e para as pesquisas populacionais.

O sistema de gestão designado é baseado na Lei de Proteção da Vida Selvagem e, até agora, tinha como alvos os cervos (shika) e javalis. A partir de agora, cada província procederá com contramedidas baseadas em seus próprios planos de captura dos ursos.

O ENV irá compilar os detalhes dos projetos elegíveis para subvenções até o outono, quando os danos causados ​​pelos ursos se tornarem graves.

Vítimas de ataque dos ursos, o pior da história 

De acordo com o ENV, 219 pessoas ficaram feridas em 19 províncias no ano de 2023, sendo que 6 delas perderam a vida. Esses números superam o ano anterior, de 158, considerado até então o pior da história.

Em novembro do ano passado, os governadores de Hokkaido, de Tohoku e de outras regiões solicitaram ao governo do país que designasse os ursos e que fornecesse apoio para contramedidas.

“Instamos as províncias a tomar medidas que não sejam tendenciosas para a caça dos ursos, mas de prevenir para impedir que apareçam nas áreas de convivência das pessoas”, declarou o ministro do ENV.

Fonte: Yomiuri

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - promoção Torcida BB!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!