Página excluída do sistema

A página solicitada foi movida ou excluída

Desculpe, a página solicitada foi excluída do sistema... Por diversos motivos, alguns conteúdos são excluídos após algum tempo.

As seções principais do Portal Mie (clique para abrir):

- HOME - página inicial

- NOTÍCIAS DO JAPÃO E DO MUNDO

- EMPREGOS NO JAPÃO

- EVENTOS E FOTOS PORTAL MIE

- MAGAZINE PORTAL MIE

- AGENDA DE EVENTOS

Por favor utilize a busca do Portal Mie para encontrar outros itens com este mesmo tema.

Publicidade

+ lidas agora

> >

--

Transcrição em ‘romaji’ será revisada pela primeira vez em 70 anos

Publicado em 15 de maio de 2024, em Sociedade

O governo anunciou que será feita uma revisão sobre o uso do estilo Kunrei, o usado há 70 anos, a ser mudado para o Hepburn. Veja as diferenças.

Dois estilos de romaji (PM)

À medida que aumenta o número de estrangeiros residentes no Japão e de visitantes de diversos países do mundo, o ministro da Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia (MEXT), Masahito Moriyama, anunciou que a transcrição no estilo Hepburn, que é semelhante ao inglês, está bem difundido, embora no passado o Gabinete tenha decidido usar o estilo Kunrei (ISO 3602) como base para a escrita na transcrição fonética para o alfabeto latino.

Publicidade

Informou que a Agência para os Assuntos Culturais foi consultada para consideração, com vista à revisão da Lei.

Diferenças nos estilos Hepburn e Kunrei

Na escrita de acordo com o alfabeto latino, chamada de romaji, existem os estilos Hepburn e Kunrei, bem diferentes. Por exemplo, ち pode ser escrito ti, ao estilo Kunrei, ou chi no estilo Hepburn, o mais usado. 

Diferenças no romaji nos estilos Kunrei (meio) e Hepburn (à esq.) (NHK)

De acordo com o Anunciado pelo Gabinete há 70 anos, o estilo Kunrei veio sendo mais usado. Alguns exemplos são o nome do fabricante de lámen 日清 tem a pronúncia nisshin mas a escrita é ao estilo Kunrei, Nissin. Outra é a アイシン, do grupo Toyota, cuja grafia é Aisin, quando a pronúncia é aishin. Como essas empresas, há muitas prefeituras que ainda usam o estilo Kunrei, usando Hukushima no lugar de Fukushima, por exemplo.

Diferenças no romaji nos estilos Kunrei (meio) e Hepburn (à esq.) (NHK)

Na terça-feira (14), o ministro afirmou que é necessária uma consideração específica para organizar o assunto de acordo com os tempos.

Na época, presumia-se que as sentenças japonesas seriam transcritas em romaji, mas nos tempos atuais são usadas para transmitir informações à comunidade internacional e para pessoas cuja língua nativa não é o japonês, e são usadas em passaportes, sinais de trânsito, etc.

Supondo que o estilo Hepburn seja adotado, é necessário que sejam resolvidas a forma de escrita dos sons que possuem grafias múltiplas e dos sons que são alongados. 

A Agência para Assuntos Culturais decidiu realizar uma pesquisa detalhada este ano.

No caso do Portal Mie a transcrição usada é ao estilo Hepburn, exceto para alguns nomes de cidades, foram adotadas uma adaptação à ortografia portuguesa, como Quioto ou Nagoia, por exemplo. Portanto, se no futuro próximo o Japão resolver adotar o estilo Hepburn, não será necessário fazer mudanças.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - promoção Torcida BB!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!