Mundo segue em direção a novas temperaturas recordes, alertam Nações Unidas

A chance de altas temperaturas, atualmente a 80%, vem aumentando estavelmente desde 2015, quando tal probabilidade estava perto de zero.

Mesmo nos níveis atuais de aquecimento global, já há consequências do clima devastadoras (ilustrativa/banco de imagens)

Pelo menos um dos anos entre agora e 2028 muito provavelmente estabelecerá um novo recorde de temperatura, rompendo o limite crucial de 1,5ºC, disse na quarta-feira (6) a agência climática das Nações Unidas.

Publicidade

A mais recente previsão da Organização Meteorológica Mundial (OMM) indica que há uma probabilidade de 80% de que o mundo verá a média de temperatura anual global exceder temporariamente 1,5ºC acima dos níveis pré-industriais por pelo menos um dos próximos 5 anos.

“A OMM está fazendo o alerta de que excederemos o nível de 1,5ºC em uma base temporária com crescente frequência”, disse a vice-secretária-geral da OMM, Ko Barrett.

Está previsto que a temperatura média global perto da superfície para cada ano entre 2024 e 2028 fique entre 1,1ºC e 1,9ºC mais alta do que a linha de base de 1850 a 1900.

A chance de tais altas temperaturas – atualmente a 80% – vem aumentando estavelmente desde 2015, quando tal probabilidade estava perto de zero.

Para os anos entre 2017 e 2021, havia uma chance de 20% de ultrapassar o limite, e isso aumentou para uma chance de 66% entre 2023 e 2027.

“Por trás dessas estatísticas está a realidade sombria de que estamos fora do caminho de atender a metas estabelecidas no Acordo de Paris”, disse Barrett.

Mesmo nos níveis atuais de aquecimento global, já há consequências do clima devastadoras como mais ondas de calor, chuva extrema e seca, reduções nas camadas de gelo e geleiras, aceleração do nível de aumento do mar e aquecimento dos oceanos.

Fonte: United Nations

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Japão cria grupo para investigar ‘ameaça’ de segurança de ovnis

Publicado em 7 de junho de 2024, em Sociedade

A investigação ocorre menos de 1 ano após o Departamento de Defesa dos EUA ter emitido um relatório chamando a região do Japão de ‘centro’ para avistamentos dos objetos misteriosos.

O grupo de investigação de ovnis conta com ex-ministros da defesa entre seus mais de 80 membros (ilustrativa/banco de imagens)

Avistamentos de ovnis (objetos voadores não identificados) não devem ser descartados porque todos eles podem de fato ser drones de vigilância ou armas, dizem legisladores japoneses que lançaram um grupo na quinta-feira (6) para investigar o assunto.

Publicidade

A investigação ocorre menos de 1 ano após o Departamento de Defesa dos EUA ter emitido um relatório chamando a região de “centro” para avistamentos dos objetos misteriosos.

O grupo não partidário, que conta com ex-ministros da defesa entre seus mais de 80 membros, pedirá ao Japão que fortaleça suas habilidades em detectar e analisar fenômenos anômalos não identificados (UAPs, na sigla em inglês), mais comumente conhecidos como ovnis.

Embora o fenômeno seja geralmente associado a pequenos homens verdes na imaginação popular, ele se tornou um assunto político de grande importância nos EUA.

O Pentágono disse no ano passado que estava examinando 510 relatos sobre ovnis – mais do que o triplo do número de arquivos de 2021.

Parlamentares japoneses esperam colocar a percepção doméstica de ovnis em linha com a de seu aliado após vários casos de pânico relacionados a operações de vigilância suspeitas.

“É extremamente irresponsável que nós estejamos resignados ao fato de que algo é irreconhecível e continuar ignorando o não identificado”, disse o membro do grupo e ex-ministro da defesa Yasukazu Hamada.

Em um inconveniente para o Ministério da Defesa do Japão, imagens não autorizadas de um contratorpedeiro atracado se espalharam recentemente na mídia social chinesa após uma aparente invasão de drone em uma instalação militar.

E no ano o passado, o ministério disse que “presume fortemente” que objetos voadores avistados nos céus do Japão nos últimos anos eram balões de vigilância enviados pela China.

No Japão, ovnis são vistos há muito tempo como “um assunto oculto que não tem nada a ver com política”, disse o legislador da oposição Yoshiharu Asakawa, membro pivô do grupo.

Contudo, se eles vierem a ser “armas secretas de ponta ou drones de espionagem disfarçados, eles podem representar uma ameaça significante à segurança da nossa nação”.

Fonte: CBS News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!