Repercussão da fraude da Toyota no exterior e na bolsa

‘Uma grande oportunidade transforma-se numa crise’, escreveu um jornal britânico, em contraposição ao famoso ditado oriental.

Modelo Toyota Yaris Cross (reprodução)

Em relação ao escândalo das fraudes das montadoras, o Yahoo! do Japão realizou uma enquete online, onde 6.750 internautas japoneses deram suas respostas à pergunta “Você tem interesse sobre as fraudes e a série de problemas das 5 montadoras?”.

Publicidade

As respostas mostram um retrato de preocupação do público, pois 77% responderam que “tenho muito interesse”. Veja o quadro de respostas abaixo. 

Reprodução do quadro de respostas da enquete do Yahoo!

Não só no Japão o público tem preocupação sobre o assunto.

Reputação abalada e má conduta do grupo Toyota

A fraude na certificação da designação do modelo dos 3 veículos ainda em produção da Toyota Motor desferiu um grande golpe na reputação da montadora. Uma série de casos de fraude descobertos em outras empresas também está chamando a atenção no exterior.

O New York Times de segunda-feira (3) publicou sobre os e modelos, incluindo o popular SUV Yaris Cross, com dados fraudulentos em testes de segurança de pedestres e passageiros para atender aos padrões de certificação do governo japonês. Em resposta à situação, a Toyota decidiu suspender temporariamente a produção e a expedição dos 3 modelos alvo de inspeção in loco.  

O Financial Times do Reino Unido classificou o caso da Toyota como um pesadelo reputacional e também noticiou a má conduta do grupo, já que no passado recente foi a Daihatsu a ser investigada e antes disso, a Toyota Industries e a Hino Motors.  

O problema de fraude na certificação da Toyota está tendo um sério impacto na reputação da montadora. O Financial Times salienta que o preço das ações da Toyota caiu 14% desde o seu pico em março e espera-se um impacto adicional dependendo de pesquisas futuras.

Credibilidade da indústria automobilística japonesa em risco

Ele também mencionou o escândalo de fraude de emissões da rival Volkswagen, há nove anos. Acrescentou que a reputação da empresa ainda não se recuperou totalmente, dizendo: “Para os motoristas, a segurança de seus carros na estrada é provavelmente uma preocupação que exige solução mais rápida;  do que os dados de emissões”. Foi quando a Toyota se beneficiou para aumentar a sua participação no mercado global.

A questão da fraude não afeta apenas a Toyota, mas também a credibilidade da indústria automóvel japonesa como um todo. O New York Times relata que Honda e Mazda admitiram fraudes, assim como a Suzuki e Yamaha Motors. O artigo argumenta que a percepção dos consumidores sobre a qualidade superior de fabricação e a confiabilidade dos produtos japoneses está começando a vacilar.

Fraudes não relacionadas à segurança

Por outro lado, alguns na web dizem que algumas das fraudes não são um problema suficientemente grande para ter preocupação com a segurança.

  • “Como outros apontaram, no caso da Honda foi simplesmente uma fraude no teste de ruído (não diretamente relacionada à segurança).”
  • “No caso da Suzuki, parece que não foi aplicada força suficiente no pedal do freio durante o teste de freio, então a distância de frenagem foi reescrita para ser menor que o resultado do teste. Parece mais uma simples omissão do que uma fraude.”

Parece que as preocupações com a fraude na indústria automóvel, uma das especialidades do Japão, espalham-se negativamente também para o exterior.

Fontes: Yahoo! e Newsphere

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Três trabalhadores com lesão por choque elétrico

Publicado em 5 de junho de 2024, em Acidentes

Os funcionários faziam o trabalho de desbaste dos bambus que estavam incomodando as linhas de transmissão de energia elétrica, quando tomaram choque.

Polícia e bombeiros no local onde os funcionários da companhia de eletricidade sofreram acidente (FNN)

Segundo o Corpo de Bombeiros, por volta das 15h de terça-feira (4), receberam um pedido de socorro para 3 trabalhadores da Tohoku Electric Power Network, que administra as torres de aço e as linhas de transmissão de energia, que teriam tomado choque.

Publicidade

Quando os bombeiros chegaram, os funcionários feridos no acidente conseguiam falar, mas dois deles, na faixa dos 20 e 50 anos, não conseguiam caminhar pelo efeito do choque elétrico.

O acidente ocorreu perto de uma torre de aço na cidade de Kurihara (Miyagi).

De acordo com a Tohoku Electric Power Network, os três funcionários estavam desbastando os bambus que cresceram até a altura das linhas de energia elétrica

O Corpo de Bombeiros acredita que eles devem ter recebido uma corrente elétrica enquanto trabalhavam.

A polícia investiga detalhadamente as circunstâncias do acidente que causou lesão.

Os 3 estavam trabalhando perto dessa torre (FNN)

Fonte: FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!