Estrangeiro passa mal durante mergulho e morre no hospital

O estrangeiro estava fazendo um tour de mergulho junto com outras pessoas, todos acompanhados de um instrutor, o qual percebeu algo errado.

Ilha de Minna, em Motobu, Okinawa (JNN)

De acordo com a Guarda Costeira de Nago (Okinawa), por volta das 10h de quarta-feira (10), o instrutor percebeu uma mudança na condição física de um estrangeiro na faixa dos 70 anos que participava de um tour de mergulho, a aproximadamente 250 metros da costa da Ilha de Minna, cidade de Motobu. 

Publicidade

O instrutor relatou que percebeu que o seu cliente deixou de fazer contato visual e achou estranho, por isso o conduziu para a superfície.

Quando o instrutor trouxe o homem à superfície, já estava inconsciente e o levou ao barco que o esperava para verificar o seu estado. Foi levado ao hospital em estado de parada cardiorrespiratória e morreu cerca de 2 horas depois.

O estrangeiro se inscreveu sozinho no tour de mergulho e não apresentava problema de saúde. 

No grupo havia outras duas pessoas, todas acompanhadas por um instrutor.

A Guarda Costeira se apressa para identificá-lo e também investiga as circunstâncias dessa ocorrência. 

Fontes: RBC/JNN e QAB

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Desaparecida na praia é encontrada viva a 80 quilômetros de distância

Publicado em 11 de julho de 2024, em Sociedade

A estrangeira foi resgatada por dois tripulantes de um navio, depois de 36 horas à deriva em alto mar. ‘Foi um milagre’, disse um especialista.

Momento em que o helicóptero da Guarda Costeira a resgata do navio de carga (Guarda Costeira de Yokosuka)

A estrangeira que desapareceu no mar quando saiu para nadar, da praia de Shirahama, da cidade de Shimoda (Shizuoka), antes das 20h de 8 deste mês, foi encontrada viva e resgatada, depois de ter ficado 36 horas à deriva.

Publicidade

Na quarta-feira (10), a Guarda Costeira de Yokosuka (Kanagawa) anunciou que a mulher chinesa de 21 anos que estava desaparecida foi encontrada na costa da praia de Nojimazaki, em Minamiboso (Chiba). 

Esse local fica a 80 quilômetros de distância de onde desapareceu, por isso a polícia e os bombeiros locais não a encontraram nas águas da costa de Shimoda.

Segundo a Guarda Costeira do Japão, por volta das 7h50 de quarta-feira, os tripulantes de um navio cargueiro a viram com a boia. Dois deles saltaram no mar para resgatá-la viva. Embora apresentasse sintomas de desidratação, não corre risco de vida.

A equipe desse navio cargueiro avisou a Guarda Costeira e ela pode ser içada de helicóptero para ser levada a um hospital em Yokohama para fazer exame médico. 

A chinesa está no Japão a turismo. Relatou que “depois de uns 30 minutos que estava nadando percebi que fui levada pela correnteza e tentei voltar a todo custo mas não consegui”. 

No momento do resgate, o tempo estava ensolarado, mas com vento de 10 metros por segundo e ondas de 3 metros de altura. Um especialista em desastres nas águas ouvido pela NTV disse que “foi um milagre”. Explicou que estando à deriva, a chinesa poderia ter sido atingida por um navio, por isso acha que foi um milagre.

Distância de 80 km entre Shimoda e o local em alto mar onde foi encontrada a chinesa (NTV)

Fontes: NTV, Asahi, Yomiuri e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!