Itália registra 627 mortes por coronavírus em 24 horas

Especialistas médicos dizem que o alto número de idosos pode explicar por que a taxa de mortalidade é bem mais alta na itália do que em qualquer outro lugar no mundo.

Homem de máscara caminhando em rua da Catânia, na Itália (ilustrativa/banco de imagens)

O número de mortes em decorrência do surto do novo coronavírus na Itália aumentou em 627, totalizando 4.032, disseram oficiais na sexta-feira (20), um aumento de 18.4% – de longe o maior aumento diário em termos absolutos desde o início do contágio no país 1 mês atrás.

Publicidade

Na quinta-feira (19), a Itália passou a China como o país a registrar o maior número de mortes pela doença respiratória contagiosa.

O número total de casos na Itália subiu de 41.035 para 47.021, um aumento de 16.6%, disse a Agência de Proteção Civil.

Em sua mais completa análise do surto que ainda deverá ser publicada, o instituto nacional de saúde (ISS) disse que a média de idade daqueles que morreram era de 78.5 anos, com a vítima mais jovem com idade de 31 e a mais velha 103. A média foi de 80 anos.

Cerca de 41% de todos que morreram tinha entre 80 a 89 anos, com o grupo etário dos 70 aos 79 contando por 35%.

A Itália tem a população mais idosa do mundo após o Japão, com cerca de 23% das pessoas acima dos 65 anos. Especialistas médicos dizem que essa demografia pode explicar por que a taxa de mortalidade é bem mais alta do que em qualquer outro lugar no mundo.

O relatório do ISS, baseado em uma pesquisa de 3,2 mil mortes, disse que os homens contaram por 70.6% dos óbitos e mulheres 29.4%. A média de idade para as mulheres que morreram foi de 82 contra 79 para homens.

Em comparação, a média de idade daqueles que testaram positivo para a doença foi de 63 anos.

Uma análise mais profunda de 481 dos que morreram mostrou que quase 99% deles estavam sofrendo de um ou mais condições médicas antes da infecção. Cerca de 48.6% tinham três ou mais patologias anteriores.

Um total de 73.8% tinha pressão alta, 34% diabetes e 30.1% doença cardíaca.

Ao serem admitidos no hospital, 76% tinham febre, 73% estavam com dificuldades para respirar, 40% tosse e 8% diarreia.

O tempo médio entre o início dos primeiros sintomas e subsequente morte foi de 8 dias, com o tempo médio de internação de somente 4 dias.

Das 3,2 mil mortes revistas na pesquisa, somente 9 pessoas tinham menos de 40 anos.

Fonte: Agência Reuters

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Passa de mil pessoas infectadas pelo coronavírus no Japão

Publicado em 21 de março de 2020, em Sociedade

Com novos casos confirmados nas províncias de Kanto, além de Aichi, Osaka, Hyogo e outras o número de pessoas infectadas até a manhã de sexta-feira passa de mil.

Atualizado às 7h de sábado (PM)

Até as 7h de sábado (21) o quadro no Japão é de 1.016 pessoas com infecção pelo novo coronavírus. 

Publicidade

Em Aichi, além do funcionário da planta de Takaoka, cidade de Toyota, mais 4 casos de infecção foram confirmados em Konan, Nagoia e Kasugai. O maior número de mortes em decorrência do novo coronavírus é nessa província, grande maioria idosos. 

Na sexta-feira (20) também foram confirmados novos casos de 11 pessoas vindas da Europa, as quais entraram pelos aeroportos de Haneda e Kansai.

Em Chiba foram mais 5 novos casos, incluindo um universitário, um espanhol que reside na África do Sul e um irlandês, esses dois últimos assalariados que vieram a trabalho no Japão.

Em Tóquio foram 11 novos casos, de pessoas na faixa dos 20 aos 70 anos, sendo que 4 são estrangeiros vindos da França e Espanha, com alta possibilidade de terem sido infectados nos seus países de origem.

Uma residente de Saitama, japonesa, na faixa dos 50 anos, testou positivo. Ela é guia turístico e retornou de uma excursão na França e Espanha.

Em Hyogo um estudante universitário japonês que estuda na Inglaterra e voltou para o Japão testou positivo. Da mesma universidade um outro estudante japonês que voltou para Saitama também foi confirmada a infecção.

A soma com os testados positivo do navio Diamond Princess o quadro geral é de 1.727 pessoas.

Até a manhã de sábado são 765 pessoas internadas, 35 mortes e 215 que já se recuperaram e tiveram alta hospitalar.

Veja o quadro por província.

Região Província N.º Infectados Mortes
Norte/Nordeste
Hokkaido 158 6
Miyagi 1
Akita 2
Fukushima 2
Kanto
Tochigi 4
Gunma 12
Ibaraki 3
Saitama 42
Chiba 41
Tóquio 129 3
Kanagawa 68 4
Hokuriku
Niigata 25
Ishikawa 8
Fukui 1
Koshin
Nagano 4
Yamanashi 2
Tokai
Shizuoka 3
Aichi 139 16
Gifu 3
Mie 9
Kinki
Shiga 4
Quioto 22
Osaka 123 1
Hyogo 101 4
Nara 8
Wakayama 17 1
Chugoku
Hiroshima 2
Yamaguchi 3
Shikoku
Tokushima 1
Kagawa 1
Ehime 3
Kochi 12
Kyushu/Sul
Fukuoka 5
Saga 1
Nagasaki 1
Kumamoto 7
Oita 8
Miyazaki 3
Okinawa 3
Voos fretados da China 14
Funcionários do governo 21
TOTAL DENTRO JAPÃO 1.016 35
Cruzeiro Diamond Princess 712 7
TOTAL DO JAPÃO 1.728 42
Fontes: News Digest, CBC TV e NHK

 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Nihongo - Estude em casa com o Kumon!
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Empregos para estrangeiros no Japão UT Suri-emu
Empregos no Japão - HUMAN
Life Card - cartão para brasileiros no Japão