Pitada de felicidade: caldo incrível para pele linda e corpo saudável

Há um prato com sabor de comidinha caseira, que é 3 em 1. Saiba que prato é esse e quais são seus benefícios!

mocoto3 noticias portal mie

Publicidade

Chegando no restaurante Sapucai, ainda mais agora no inverno, a recomendação é pedir um caldo de mocotó! Não precisa fazer essa cara… O caldo de mocotó é uma herança dos nossos queridos ancestrais que tiveram a sabedoria de extrair o tutano e tendões dos ossos das canelas e patas do boi para o preparo.

Esse prato tipicamente brasileiro, criado pelos escravos, tal qual a feijoada, é divinamente delicioso e rico!!!

O caldo de mocotó preparado pela Dona Cida é rico em ingredientes e sabor. Ele contém, além do tutano claro, batata, linguiça, temperos e azeitona. É um caldo à moda dela, tão saboroso quanto o que se delicia no nordeste brasileiro!

Caldo de mocotó dá energia

Se você quer mais energia para combater o cansaço de um dia de trabalho aqui está o prato certo! Se malha na academia, é altamente recomendado também.

Além de energético, ele esquenta o corpo. Ainda mais se colocar uma pimenta que tem lá no restaurante.

Caldo 3 em 1

Agora vem o melhor de tudo! Como disse, ele é 3 em 1. Até agora falei que é energético e esquenta o corpo. Os homens do nordeste garantem que esse caldo é um excelente afrodisíaco.

Agora vou explicar quais são os benefícios que esse prato traz para o corpo e para a beleza:

  • Como é riquíssimo em colágeno, o que faz bem para a pele, unhas e cabelo. Na manhã seguinte, você vê o efeito na pele do rosto, por exemplo. A pele fica linda!
  • Rico em vitaminas A, D, E e K, as quais são antioxidantes. O que significa isso? Elas ajudam a prevenir o envelhecimento, pois os antioxidantes combatem as células “do mal”. Além disso, a combinação de vitaminas D, K com o cálcio, ajudam a fortalecer os ossos.
  • Tem zinco, que ajuda a combater o cansaço. É rico em aminoácidos, e outros minerais como cálcio, fósforo, magnésio, sódio e potássio.

Viu só como é rico em nutrientes? O seu corpo merece “tudibom”!

Agora que você já sabe dos 3 benefícios em 1 único caldo, fique tranquilo em relação ao sabor. É consistente, encorpado, não tem cheiro forte, é saboroso e de comer rezando! Ah você quer saber se criança pode comer: a resposta é sim!  

Então, se ficou com água na boca, aqui vão os dados para fazer reserva e ir até lá para se servir.

O prato custa 2 mil ienes e a porção dele é para 2 pessoas, tranquilamente.

Restaurante Sapucai

sapucai 2016-09-24 big (1)

  • Aichi-ken Nagoya-shi Naka-ku Sakae 4-12-7 (clique aqui para abrir o mapa)
  • Aichi Sakae Bldg. 1F
  • Telefone: 052- 251-7588
  • De terça a sábado: das 18h00 às 05h00
  • Domingo: das 18h00 à 01h00
  • Folga às segundas-feiras
Fotos: Roberto Jr.

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Alguns hiragana que não são usados em placas de carros no Japão

Publicado em 24 de janeiro de 2017, em Curiosidades

Placas de carro do Japão contém hiragana. Saiba os ideogramas que não são usados.

placa

Placa registrada em Tama, Tóquio (Imagem: Wikimedia/Strela290)

As placas de carros podem não ser as coisas mais atraentes, mas as regras e regulamentos em relação a elas têm algumas exceções interessantes.

Publicidade

E o Japão tem suas próprias exceções em relação a placas de carros. Placas personalizadas não são exatamente coisas surpreendentes no país, e a maioria das placas tem a mesma estrutura básica: local de emissão, um hiragana e alguns números.

Uma placa de carro de Sendai com o hiragana “a” seguido pelos números 20-19.

O uso do hiragana em placas de carro é único ao Japão, embora de todos os possíveis hiragana que poderiam ser usados, há alguns que nunca aparecem em placas de carro:

1) Qualquer hiragana com as marcações “ten-ten” no lado (como が (ga), じ (ji), ど (do) etc.)
2) A combinação de sons hiragana (como きゃ (kya), ちょ (cho), みゅ (myu) etc.)
3) Hiraganas antigos que não são mais usados (como ゐ (wi) e ゑ (we) etc.)
4) わ (wa) e れ (re) são somente usados em carros alugados.

Isso ainda deixa vários outros hiragana remanescentes e que podem ser usados, mas dentre eles há 4 dos quais, por várias razões, não podem ser usados em placas de carro, cita a matéria do Rocket News:

1) お (o). Esse hiragana não é usado devido a sua semelhança com o hiragana あ (a). Durante uma perseguição em alta velocidade, a última coisa que a polícia quer fazer é ter que tentar deduzir se está perseguindo um お ou um あ.

3)し (shi). Esse hiragana não é usado porque sua pronúncia é a mesma que a palavra 死 (morte), tornando-o um hiragana que pode trazer azar. Aqueles que estudaram japonês sabem que o 4 (também pronunciado da mesma forma) é considerado um número de má sorte, similar ao 13 no ocidente.

3) ん (n). Esse um tipo faz sentido, vendo como o ん é o único hiragana que é somente uma consoante e não uma consoante seguida por uma vogal. Não há palavras em japonês que começam com ん  dificultando a pronúncia por si só. Quando atendentes de lojas de departamento fazem algum aviso nos alto-falantes de que um motorista deixou aceso o farol do carro no estacionamento, elas querem ser capazes de deixar a informação clara, sem gaguejar em erros de pronúncia.

4) へ (he). A razão pela qual você não verá um へ em uma placa de carro é porque o hiragana tem a mesma pronúncia de 屁 (flatulência).

Fonte: Rocket News
Imagem: Twitter, Wikimedia Commons

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros